Connect with us

Cotidiano

Sejudh realiza VI edição do Prêmio de Direitos Humanos

A Secretaria de Estado de Justiça e Direitos Humanos (Sejudh) realizou nesta segunda-feira, 11, a 6ª Edição do Prêmio Estadual de Direitos Humanos. O evento que é destinado às pessoas e entidades que atuam na defesa dessas causas aconteceu na Biblioteca Pública Estadual. 

Published

on

A Secretaria de Estado de Justiça e Direitos Humanos (Sejudh) realizou nesta segunda-feira, 11, a 6ª Edição do Prêmio Estadual de Direitos Humanos. O evento que é destinado às pessoas e entidades que atuam na defesa dessas causas aconteceu na Biblioteca Pública Estadual. 

“Garantir os direitos humanos não é um desafio que depende apenas dos recursos públicos ou políticas públicas, mas essencial e imprescindível de uma mudança de cultura e de pensamento, para que as próximas gerações já nasçam respeitando a diversidade e repudiando as violações da dignidade humana”, destacou o secretário da Sejudh, Nílson Mourão.

Uma das homenageadas do dia foi a professora-doutora em história Maria José Bezerra, da Universidade Federal do Acre (Ufac), que recebeu a menção honrosa, por se dedicar à Educação ao longo de sua vida. A docente disse que sempre esteve ligada às questões sociais.

“Sempre estive desenvolvendo trabalhos, por meio da extensão comunitária com movimentos sociais, para alertar a sociedade sobre exploração sexual de crianças e adolescentes e jovens que vivem em risco social, além de violência contra a mulher e pessoa idosa, assim, sempre estive envolvida em questões sociais”, declarou a professora Maria José.

Segundo o governador, Tião Viana, o Prêmio procura valorizar àqueles que, muitas vezes, na correria do dia a dia não são reconhecidos. São pessoas e instituições que de fato têm uma dedicação a mais pela vida do próximo. “O reconhecimento por essas dedicações humanitárias fomenta a esperanças para um mundo e um estado melhor”, afirmou.

Advertisement

A Rede Acreana de Mulheres e Homens (RAMH), também recebeu a premiação. O instituto é coordenado por Joci Aguiar, e trabalha com política para as mulheres resgatando as relações sociais entre mulheres e homens, baseadas no respeito às diferenças e solidariedade, tendo em vista a equidade de direitos.

“Além da atuação com mulheres e homens, a Rede trabalha com jovens e adolescentes levando cidadania, informação e profissionalização, há 29 anos em todo estado do Acre, seja em zona urbana ou rural, sendo uma entidade promotora de inclusão e participação social”, disse Joci.

Além da premiação o evento também lembrou o aniversário da Declaração Universal dos Direitos Humanos celebrado no mundo inteiro em 10 de dezembro.

“Várias autoridades também prestigiaram o evento. Além do governador, também estiveram presentes o senador da República Jorge Viana, procurador de Justiça e coordenador de Defesa da Infância e Juventude, Carlos Maia, além de representantes de diversos segmentos da sociedade civil organizada e secretários de Estado.

Advertisement
Continue Reading
Click to comment

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *