Hemoacre realiza coleta de sangue para mutirão de operações

O Hemoacre realiza campanha de arrecadação de sangue, para evitar a escassez de sangue durante o mutirão de cirurgias eletivas que será realizado pelo governo do estado. Em situações normais, são necessárias 35 doações diárias, porém, com a chegada do evento, este número passará para 50.

Durante esta quarta-feira, 25, o ônibus do Hemoacre estará atendendo a população na Estácio Unimeta, localizada na Estrada Alberto Torres, 947, bairro da Paz, das 18h às 21h30.

Outros pontos em que a coleta está sendo realizada são os seguintes: em Rio Branco, na Avenida Getúlio Vargas, 2.878, Bosque; em Cruzeiro do Sul, na Rua Pedro Telles, Nº 600, Manoel Terças; e em Brasiléia, na Rua Generalíssimo Deodoro, Bairro Raimundo Chaar.

Para quem se interessar e quiser realizar sua doação, alguns requisitos precisam ser cumpridos. é necessário que o doador esteja com um documento oficial com foto em mãos ter idade entre 16 anos (acompanhado do responsável legal) e 69 anos (apenas se a primeira doação foi feita antes dos 60), pesar mais de 50kg, ter dormido mais de 6 horas na noite anterior, não estar em jejum e estar com a saúde em dia.

Ainda é recomendado que se evite a ingestão de comidas gordurosas até quatro horas antes da doação. Para mais informações, basta acessar o perfil Hemoacre no Instagram, ou fazer contato através dos números (68) 99258-5551 ou (68) 3248-1280, outra opção é baixar o aplicativo Sangue Amigo, para aparelhos celulares.

Mutirão de cirurgias

O mutirão de cirurgias que ocorrerá no estado do Acre nos próximos meses, e conta com cerca de R$ 56 milhões de recursos já garantidos para o projeto, que tem o intuito de limpar toda a fila de espera de cirurgias existentes.

O governador do estado, Gladson Cameli, que está a frente do projeto, diz estar empenhado com muito afinco, para levar um atendimento e serviço de ponta para a população.

“Como governador, estou muito empenhado e tenho cobrado da minha equipe agilidade para iniciar logo essas cirurgias. Se for preciso parar as obras, vamos parar porque o bem mais preciso é a vida. Com muita determinação, trabalho e fé em Deus, o Estado realizará o maior mutirão da história do Acre”, disse ele sobre o projeto, que deve ser iniciado em junho.

O mutirão irá abranger a população dos 22 municípios, com procedimentos nas seguintes áreas: cirurgia-geral, pediatria, cabeça e pescoço, ginecologia, urologia, ortopedia, otorrinolaringologia e oftalmologia como principais focos, outros tipos de intervenções cirúrgicas também serão realizados, mas em menor quantidade.

Vale destacar que, além da capital, diversos hospitais da rede estadual espalhados pelas cidades de Brasiléia, Cruzeiro do Sul, Senador Guiomard e Tarauacá estarão realizando os procedimentos.