Hospital do Amor de Barretos inaugura unidade no Acre para prevenção do câncer

Hospital conta ainda com duas unidade móveis de atendimento

A população acreana contam a partir de agora com um novo espaço destinado a prevenção e tratamento do câncer de mama e de colo uterino. A Unidade de prevenção foi inaugurada na manhã de ontem, 20.

Além da unidade fixa, o hospital, o Estado contará ainda com mais unidades móveis que devem percorrer os municípios acreanos realizando exames de mamografia e exames preventivos do Câncer do Colo do Útero (PCCU).

A unidade tem capacidade para 8.390 atendimentos ao mês entre exames, atendimentos ambulatoriais e pequenas procedimentos cirúrgicos. O diretor da unidade de prevenção, João Paulo Silva, falou como será o funcionamento do local.

“A estrutura conta com essa unidade fixa e duas unidades móveis que são as carretas que vão percorrer os municípios. Todas as estruturas tem uma capacidade de 8.390 procedimentos que vão ser realizados ao mês, eles entre procedimentos invasivos que são cirurgias de pequeno porte atendimento ambulatorial, mamografia e PCCU” explicou Silva.

Ainda de acordo com o diretor a equipe que atuará no hospital será composta por médicos de várias especialidades como; Mastologista, ginecologista, físico e profissionais de enfermagem, técnicos e enfermeiros, psicólogos e assistente social.

Para a construção da Unidade, o governo do Acre entrou com contrapartida de R$ 31 milhões. O recurso é oriundo de uma negociação face uma multa trabalhista imputada ao Estado do Acre.

O governador Tião Viana participou da inauguração e falou do empenho do Estado na viabilização da unidade. “O que governo fez aqui foi atender o e entendimento do Ministério Público do Trabalho com a direção do Hospital do Câncer e aquilo que era multa de infração de anos passados, converteu-se em um benefício de mais de R$ 30 milhões nessa unidade que vai salvar vidas”, disse o governador.

O gerente do Hospital do Amor de Barretos em todo o Brasil, Rafael Júnior, disse que com a instalação da unidade de prevenção deve reduzir os casos de morte por câncer de mama e de útero no Estado.

“O diagnóstico e a prevenção são as melhores armas contra o câncer, tenho certeza que no máximo dois anos nós teremos uma outra realidade no estado do Acre, onde as mulheres não mais morrerão de câncer” afirmou.