Acreanos de Santa Rosa do Purus chegam a pagar R$175 na botija de gás

Isolada via terrestre do restante do Acre, a população de Santa Rosa do Purus enfrenta, há anos, muitas dificuldades para sobreviver. Por lá, o custo de vida é muito alto chegando ao ponto de uma troca de gás custar R$ 175.

A informação foi confirmada na manhã desta segunda-feira (17) pelo radialista Pelegrino Ferreira. Segundo ele, outros produtos também pesam no bolso dos moradores. “O quilo do tomate, por exemplo, é vendido a R$ 16. Hoje é muito difícil levar uma verdura ou fruta para a sua mesa por conta do valor. As reclamações são muitas por parte da população, mas em razão da falta de acesso por uma estrada não há perspectiva de melhorias”, frisou.

Os materiais de construção também não ficam para trás. Para se ter uma ideia, o saco de cimento está sendo vendido a R$ 118.

Santa Rosa fica localizada às margens do rio Purus. Para chegar até lá atualmente existem apenas duas opções: as aeronaves ou as embarcações já que não existe estrada ligando o município ao restante do Acre.

Neste ano, o Governo do Estado iniciou um projeto que visa construir uma estrada que liga Santa Rosa do Purus à BR-364, próximo ao município de Manoel Urbano. O projeto ainda está em fase de estudos, mas já encontra várias resistências, especialmente por organizações ligadas ao setor ambiental.