Série 10 anos: comercial é um importante setor para o jornal Opinião

O leitor já deve ter observado que, assim como as emissoras de TVs e rádios, o jornal também dedica um espaço à publicidade. Anúncios e classificados para alguns é a melhor parte da leitura.

O gerente comercial do Opinião, Marcos Almeida, explica como funciona esse serviço. Aquelas propagandas no rodapé da página, ou até mesmo as que levam quase todo o espaço da folha, não estão ali por acaso. Ao fechar contrato com a empresa de comunicação e anunciantes, o cliente escolhe onde quer que seu produto esteja estampado a fim de atrair o público alvo.

Marcos relata que o grande desafio é manter uma boa carteira de clientes e garantir uma parceria de confiança com os anunciantes.

“Meu trabalho consiste em fazer contato com os clientes, vender espaços para os anunciantes e garantir o retorno financeiro para a empresa. Tudo é feito em tempo real. O anúncio a ser publicado hoje não pode ser acumulado para amanhã. Além disso, ter um bom relacionamento com os nossos clientes e parceiros, é fundamental. Temos que manter uma boa parceria com as agências em outros estados e com nosso representante em todo o Brasil, estando os principais em Brasília, Rio de Janeiro e São Paulo”, aponta.

E esse é um trabalho que Marcos consegue com tranquilidade, afinal de contas, são muitos anos de experiência. Antes mesmo de exercer essa função no Opinião, Marcos já havia desenvolvido o mesmo trabalho em outros matutinos.

Ele garante que os clientes gostam da circulação do jornal Opinião por sua linha editorial e por ser o de maior tiragem na Capital. “O jornal tem um nome forte”, declara.

Para conquistar novos clientes, Marcos expõe as vantagens de anunciar no jornal Opinião. “É um jornal impresso a cores diariamente. Além da capa, se o anunciante quiser, podemos colorir a página que ele preferir”.

Até hoje, o sentimento que Marcos guarda é de gratificação. “Nós começamos muito pequenos e hoje em dia somos uma empresa muito respeitada. Fico feliz com o reconhecimento”, finalizou.