Semsa de Rio Branco bloqueia exames e Sindmed-AC pedirá investigação ao MPE

O objetivo é punir os responsáveis pela suspensão dos serviços.

O Sindicato dos Médicos do Acre (Sindmed-AC) pedirá ao Ministério Público Estadual (MPE) investigação contra a Secretaria Municipal de Saúde (Semsa) de Rio Branco depois da determinação de bloqueio dos exames de sangue (lista abaixo), incluindo o Antígeno Prostático Específico, conhecido como PSA, exame que ajuda a detectar o câncer de próstata. O objetivo é punir os responsáveis pela suspensão dos serviços.

Para o vice-presidente do Sindmed-AC, Rodrigo Prado, é preciso verificar os motivos que resultaram na interrupção da prestação de serviço, sem oferecer transparência a toda à população.

“A prefeitura de Rio Branco deverá responder ao Ministério Público o motivo da interrupção dos exames, prejudicando o trabalho dos profissionais que estão atuando”, afirmou o sindicalista.

Rodrigo Prado lembrou que a luta da categoria é por melhores condições de trabalho e carreira digna, beneficiando a população que poderá receber uma prestação de serviço decente. 

“Enquanto o senhor Tião Bocalom se recusa em negociar com os médicos, a população sofre pela falta de gestão. Nossa luta é por melhorias que devem beneficiar toda a população”, criticou o vice-presidente do Sindmed-AC.

Lista de exames Bloqueados:

– A1C

– Beta HCG

– Cortisol

– Creatinina

– Estradiol

– Fator Reumatoide

– Ferritina

– Fosfatase Alcalina

– LH

– Lipase

– Progesterona

– PSA total

– PSA Livre

– Sangue Oculto

– Testosterona 

– TSH

– T3