Sem cabeça e com coração na mão!


Vivemos tempos estranhos. Tempos de quarentena. O inimigo é invisível a olho nu e pode estar nos esperando em qualquer esquina, literalmente, pronto para dar o bote.


Parece até que somos protagonistas de um filme de suspense. Daqueles bem dramáticos, como Epidemia ou Flu.


E como se a trama, até o momento, já não fosse horripilante demais, ela vai ficando cada vez pior.


Em quarentena, o que não falta e mente desocupada e, como já dizia minha saudosa mãe, “mente desocupada, oficina no diabo.”


Pois bem, os grupos de WhatsApp nunca estiveram tão movimentados como hoje em dia. De correntes de fé a notícia apavorantes sobre o Covid 19, a informação vai se disseminando.


Tem quem incentive a prática nociva de amedrontar, horrorizar e compartilhar notícias de fontes duvidosas. Há até quem invente notícias falsas para tirar escusas vantagens econômicas dos mais ingênuos ou desavisados.


E haja inteligência emocional pra sobreviver em tempos de guerra ao Corona.
Tenho procurado me desconectar um pouco durante esses dias, aproveitando o tempo antes precioso e hoje farto para colocar em ordem as coisas que normalmente não consigo. Além de curtir as crianças e o meu lar.


Desta forma, mantenho calmo o meu espirito, não piro de desespero pensando na minha filha médica trabalhando lá em São Paulo, epicentro da epidemia hoje no Brasil.


Não sou psicóloga, nem tenho formação alguma na área de saúde ou de terapias alternativas, mas uma coisa eu aprendi nos tempos de dificuldades em que passei, sei que você também já teve ter tido as suas sejam elas de que natureza foram, criar rotinas nos deixa focados e faz o tempo passar mais rápido. E é isso que tenho feito.


Ontem foi segunda e, como todo início de semana, agi da forma em que o dia normalmente exige.


Logo cedo respondi aos e-mails do trabalho, atualizei via celular os processos pendentes no sistema.


Tudo organizado, parti pro cuidado da casa e do almoço.
A tarde me dediquei a esta coluna e a noite, atividade física e um filminho pra relaxar.


Hoje, terça-feira, já tenho uma agenda organizada. Assim vou me mantendo ocupada e saudável, como se estivesse numas férias em casa, viajando através dos livros e das receitas, pois se tem uma coisa que quero é sair desta melhor do que entrei.


Sei que a tempestade vai passar, pra mim e pra você, mas nossas atitudes de hoje vão definir como será nosso futuro. Eu quero que o meu seja pleno de saúde, alegria e paz. E você, já decidiu como quer o seu?
Boa semana!!


Lives do bem
Ficar de quarentena em casa não é motivo para sedentarismo. Pelo menos se depender de educadores físicos, academias, Centros de treinamento e boxe de Cross espalhados pelo Acre e pelo Brasil a fora.


Para não deixar ninguém parado, o que não falta e postagens e lives de treinos para fazer em casa. Não conhece nenhum? Não seja por isso. Aqui vão algumas dicas de perfis no Instagram de profissionais e empresas acreanas. Segue lá!


@100limites
@ct_pitibull
@via.academia.ac
@smartfit
@fitdanceacre
@woodcrossfit_2

Mantendo a dieta
Ficar preso em casa o dia todo, sem nada pra fazer, é um caminho sem volta até a geladeira. Estudos mostram que a combinação destas duas situações é fator preponderante para um maior consumo de açúcar e carboidratos. Portanto, para que você não saia da dieta, quando bater aquela vontade de comer, comer, comer, o lance é focar nas coisas saudáveis. Então aqui vão dicas de perfis com receitinhas fitness:


@fitfoodmenu
@receitasfiteconfeitaria_
@receitasfitdadi
@receitasfitelowcarb


Mente sã
Nem sempre conseguimos nos manter bem diante de momentos como este. Para te ajudar a manter a mente em ordem, seguem perfis com boas dicas neste sentido.
@bearangel
@amandafitas
@anaferreiraterapias