Connect with us

Cotidiano

Regularização fundiária é tema de audiência pública no bairro Wanderley Dantas

Published

on

AGÊNCIA DE NOTÍCIAS DO ACRE | Cleonice Domingos, Lenice Silva, Zélia Maria Marques e Damiana Ferreira são um grupo de idosas que viveram uma série de dificuldades como as primeiras moradoras do Wanderley Dantas, quando o bairro ainda não contava com energia elétrica, saneamento básico e ruas pavimentas. Três décadas depois, as quatro continuam alimentando o sonho de receber o título definitivo de suas terras. A partir deste contexto, elas e outras 400 pessoas participaram de uma audiência pública sobre o andamento dos processos de regularização, até a entrega dos documentos de posse – sem custos aos proprietários. A agenda foi realizada pelo governo do Acre na tarde da última sexta-feira (14), na quadra de esporte da Escola Padre Carlos Casavecchia.

Amigas, moradoras antigas do Wanderley Dantas, sonham com o recebimento do Titulo Definitivo e compareceram a Audiência Pública promovida pelo governo sobre a regularização fundiária no bairro. Foto:José Caminha/Secom

Zélia Maria Marques, 65 anos, relembra, com as amigas, que durante todos esses anos, muitos governos e prefeitos já enviaram equipes para visitar os moradores, fazer cadastro para depois a ação não ter o resultado final de entrega dos títulos.

“Estamos felizes e cheios de esperanças de que, agora de fato receberemos os títulos de nossas casas e só temos a agradecer ao governo do Estado pelo esforço para realizar nosso sonho”, reconheceu.

A audiência pública coordenada pelo Iteracre, para fins de regularização fundiária por meio do Programa Minha Terra de Papel Passado reuniu moradores, representantes dos Cartórios, Tribunal de Justiça, Prefeitura de Rio Branco e associação de moradores. O objetivo foi detalhar aos moradores o passo a passo, desde o georreferenciamento, cadastro de famílias até a etapa final junto aos cartórios, com perspectivas de entrega dos títulos definitivos para as famílias até o mês de agosto, conforme detalhou o presidente do Romário Costa.

Presidente do Iteracre participou da Audiência Pública realizada com o objetivo de esclarecer as comunidades sobre o passo a passo até a entrega dos Títulos prevista para ocorrer em agosto. Foto: José Caminha/Secom

“Enquanto gestor, é satisfatório fazer parte de um projeto de governo, em que o compromisso é levar as políticas públicas, estar perto de quem realmente precisa, conforme determinação do governador Gladson Cameli. E o Programa Minha Terra de Papel Passado tem essa finalidade”, explicou.

O vice-presidente da Associação de Moradores, Sidnez Matias, reconheceu como de fundamental importância para as comunidades a concessão dos títulos, pois beneficiará os 780 moradores que compõem o conjunto habitacional Wanderley Dantas.

Liderança junto às comunidades do Wanderley Dantas agradeceu aos segmentos envolvidos nos tramites legais que levarão a beneficiar as comunidades com as concessões dos títulos definitivos. Foto: José Caminha/Secom

“Como representante das comunidades sabemos a importância para as famílias, todas de classe humilde, receber gratuitamente o documento de posse, para ter segurança jurídica e acessar linhas de crédito para benefícios”, frisou.

O morador Romário Costa, relata, como um dos primeiros moradores, ter chegado no bairro em meio às dificuldades de  abrir os acessos “no picadão”, sem dispor de nenhum tipo de benfeitoria pública.

Advertisement
Morador mais antigo do bairro, o aposentado José Antônio relata anos de espera e já faz planos em obter linha de financiamento para reconstruir sua casa. Foto:José Caminha/Secom

“Agora, poderemos ter o principal, que é o Título Definitivo de nossos lotes e eu já estou sonhando com um financiamento para benfeitorias que sempre sonhei na minha casa e nunca tive condições de fazer”, destacou.

Continue Reading
Click to comment

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *