Prefeitura de Rio Branco suspende Carnaval, férias e licença de servidores e vai convocar médicos grevistas

O prefeito Tião Bocalom vai se reunir com a governadora em exercício nesta quinta-feira

Em decorrência do aumento drástico de novos casos de Covid-19 e infecções da síndrome gripal, a Prefeitura de Rio Branco decidiu cancelar a realização do Carnaval 2022, além de suspender férias e licença prêmio de servidores. Outra medida anunciada pela gestão é a convocação de médicos que estão em greve desde o ano passado.

A secretária de Saúde explicou que as medidas visam conter a terceira onda

A informação foi divulgada nesta quinta-feira, 13, pela secretária municipal de Saúde, Sheila Andrade, que tomou as decisões em concomitância com o promotor de Defesa da Saúde do Ministério Público, Glaucio Oshiro.

“Estamos enfrentando uma epidemia de síndrome gripal muito forte. Os testes que as Uraps estão realizando está nos indicando um aumento considerável de Covid no município e em virtude disso o prefeito Tião Bocalom tomou a iniciativa de traçar estratégias e tratar a nova onda juntamente com a governadora em exercício”, destacou a gestora.

Sheila informou que a Prefeitura vai restringir o os testes de Covid-19 apenas para pessoas com sintomas. “A procura pelo teste está sendo muito grande e nós não imaginávamos que seria assim e também não estávamos preparados para esta terceira onda, então nossos testes estão dentro de um quantitativo que dá para atender a população que está com os sintomas, se abrirmos para a população em geral, neste momento, atenderemos a população que realmente precisa”, frisou.

A secretária também reafirmou que a Unidade de Referência de Atenção Primária (Urap) Maria Barroso, situada no bairro Sobral, continua sendo a unidade de referência para atendimento de pessoas com síndrome gripal e suspeita de Covid-19, com funcionamento de segunda a segunda das 7 às 22 horas.