Municípios recebem material educativo para combate à dengue

Para intensificar as ações de combate ao Aedes aegypti, mosquito transmissor da Dengue, Zika e Chikungunya, o governo do Estado, por meio da Secretaria de Estado de Saúde (Sesacre), em parceria com Serviço Social da Indústria (Sesi), disponibilizará aos municípios materiais educativos e informativos, como cartilhas e panfletos, para ser distribuídos a população.

O objetivo é reforçar sobre a importância de eliminar os focos do mosquito, especialmente antes da chegada do verão, período mais favorável à proliferação, bem como mostrar que o combate ao vetor começa dentro da própria casa, sendo responsabilidade de cada um, e gerando mudança positiva na vizinhança.

Ao todo, serão distribuídos cerca de 20 mil exemplares, doados pelo Sesi, para fortalecer o trabalho de promoção à saúde nos municípios do Estado e, assim, diminuí os casos das doenças transmitidas pelo Aedes.

“O material será enviado para aqueles municípios onde foram notificados mais casos de dengue. É importante que a população esteja conscientizada sobre o papel dela nesse combate. Cada um deve fazer sua parte, assim conseguiremos diminuir a proliferação do mosquito e as doenças causadas por ele”, comentou Sônia Queiroz, gerente interina do Departamento de Vigilância em Saúde Ambiental e Controle de Endemias.

De acordo com os dados do Sistema de Informação de Agravos de Notificações (Sinan online), até a semana epidemiológica 52, última semana de dezembro, foram notificados 12.594 casos de dengue, desses 7.723 foram confirmados.

Os municípios com maior registros foram Rio Branco, Cruzeiro do Sul, Mâncio Lima, Feijó e Tarauacá.