INSS: perícias adiadas durante a greve serão reagendadas

Após dois meses de greve, os médicos peritos do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) retomaram as atividades na segunda-feira, 23. De acordo com o órgão, um levantamento será feito para identificar as perícias que foram adiadas durante o movimento grevistas para novo agendamento.

Quanto ao fim da greve, o técnico de seguro social José Margarido, um dos coordenadores do movimento grevista, pontuou avanço nas negociações.

“Nós consideramos que, de qualquer forma, foi um avanço levar essa discussão de como estava essa situação do INSS para a população, parlamentares e para o próprio segurado e isso causou um certo impacto que forçou um acordo. O governo sentou na mesa de negociação para discutir a situação da previdência social. Tivemos avanço com relação ao reconhecimento da nossa carreira como de estado e também com a montagem do comitê gestor da carreira de seguro social, que era uma reivindicação desde a greve de 2015”, disse.

Concurso público – De acordo com Margarido, o INSS enviou uma solicitação ao Ministério da Economia pedindo autorização para realização de economia, para contratação de, no mínimo, 7,8 mil novos servidores. “Vão nos ajudar a atender essa clientela e a reduzir o tempo de espera dos benefícios”, disse ele. E acrescentou: “a greve foi apenas o início de todo um processo que a gente pretende continuar a nível de pressionar o congresso nacional.” (Com informações do G1 Acre)