Hospital de Xapuri transfere pacientes para Brasiléia devido aumento do consumo de oxigênio causado pelo surto de gripe

Os pacientes transferidos estavam internados com gripe e utilizando oxigênio há 12 dias na unidade de saúde.

Nas últimas semanas, o Acre enfrenta um surto de síndrome gripal. Em Xapuri, interior do Acre, a direção do Hospital Epaminondas Jácome teve que transferir três pacientes idosos para o Hospital Regional do Alto Acre, em Brasiléia, no início da semana.

O aumento no consumo de oxigênio também foi registrado devido o crescimento de pacientes gripados. 

Os pacientes transferidos estavam internados com gripe e utilizando oxigênio há 12 dias na unidade de saúde.

Segundo a direção do hospital de Xapuri, a transferência foi feita para que esses idosos tenham uma melhor assistência médica em Brasileia, tendo em vista que a cidade concentra a unidade de referência da região do Alto Acre e, portanto, mais equipamentos, o que possibilita a realização de exames específicos, como tomografia.

A unidade de saúde de Brasileia também possui usina de oxigênio. Já em Xapuri, as equipes médicas dispõem apenas de cilindros de oxigênio para os pacientes utilizarem. A reserva do material que a unidade tinha para um mês acabou em cerca de 10 dias.

Em dezembro de 2021, a média de consultas mensais era de 1,3 mil. Com o surto de gripe no estado, as consultas chegam em até 2.150 por mês. Desse total, pelo 70% são de pessoas com sintomas gripais.