Governo do Estado inicia operação de apoio a produtores rurais

A equipe da Secretaria de Estado de Produção e Agronegócio do Acre (Sepa) iniciou a operação de apoio aos produtores rurais. Com o objetivo de conhecer os locais de plantio e criadouros de animais para entender as necessidades e poder ajudar os produtores, o projeto pretende alcançar os dez municípios que foram atingidos pelas cheias dos rios no mês de fevereiro.

A primeira visita foi realizada nesta segunda-feira, 5, em Sena Madureira. Na oportunidade, o titular da Sepa, Nenê Junqueira, reuniu-se com o diretor presidente da Empresa de Assistência Técnica Extrativista Rural do Acre (Emater), Rynaldo Santos; o diretor técnico da Emater, Wally Oliveira; a chefe do Departamento de Agricultura Familiar da Sepa, Suhelen Alves; e membros da Associação dos Produtores de Hortaliças, Piscicultores, Produtores de Cana de Açúcar e Mandioca de Sena Madureira.

“Na reunião ouvimos os produtores que relataram os prejuízos causados à produção local, identificamos a melhor solução e ficou decidido que iremos ajudar na compra de lonas, sementes e mudas. Foi um pedido do governador Gladson Cameli, que atendêssemos aos produtores que sofreram com as cheias dos rios”, destacou Junqueira.

Durante a visita ao município, a equipe também conheceu o local onde será construído o armazém e secador agrícola que beneficiará os produtores no armazenamento e conservação de seus produtos. O prefeito de Sena Madureira, Mazinho Serafim, participou da visita com os produtores.

De acordo com Nenê Junqueira, além da visita ao local de construção do novo armazém e secador agrícola, também foram realizadas visitas a lavouras com plantio de caju-anão e café.

 “Este ano, o casal de produtores, Rosália e Paulo Sergio Mandrot, deram início ao plantio 50 mil pés de café, numa área de 14 hectares. Também iremos ajudar outros produtores que querem iniciar a agricultura familiar em suas terras, vamos oferecer apoio na realização desses novos cultivos, auxiliando em tecnologia. Queremos fomentar a agricultura nas áreas onde atualmente só se trabalha com pecuária e iremos oferecer opções que poderão gerar melhoria de renda para essas famílias”, ressaltou.

A produção do município tem chegado à mesa dos acreanos com mais facilidade, visto que os produtos são comercializados pelos supermercados da capital, que compram direto dos produtores locais. (Annie Manuela / Secom)