Final do Acreanão 2021 poderá receber público

Federação de Futebol do Acre (FFAC) enviou durante o início da semana um ofício solicitando das autoridades sanitárias a liberação de público para o segundo jogo das finais do Campeonato Acreano 2021.

Com a nova classificação de risco nas regionais do Alto e Baixo Acre para a pandemia do novo coronavírus, mudança essa anunciada na última sexta-feira (1º), pelo Comitê de Acompanhamento Especial da Covid-19, a Federação de Futebol do Acre (FFAC) enviou durante o início da semana um ofício solicitando das autoridades sanitárias a liberação de público para o segundo jogo das finais do Campeonato Acreano 2021.

O pedido da entidade futebolística será analisado pelo Comitê de Acompanhamento Especial da Covid-19. Uma resposta positiva ou negativa das autoridades será dada até às 17h desta quarta-feira (6). Caso o pedido seja avaliado de forma favorável, o jogo decisivo entre Rio Branco e Humaitá, que apontará o campeão acreano de 2021, será disputado no sábado (9), a partir das 16h, no estádio Arena da Floresta. Uma recusa da solicitação por parte das autoridades faz com que o segundo jogo das finais permaneça no estádio Florestão, no mesmo dia e horário.

Público retorna aos estádios

Na semana passada, o conselho técnico dos clubes da Série A do Campeonato Brasileiro decidiu pelo retorno dos torcedores aos estádios na 23ª rodada. No entanto, houve ressalvas para a situação do Bahia e dos clubes paulistas, mas com o segundo problema já resolvido.

Conforme levantamento do site “Na Marca da Cal”, existe liberação de público em alguns dos estádios da Região Norte, como no Amazonas (30% da capacidade), Pará (30% da capacidade) e Amapá (somente no interior). Entre as exigências para adentrar as praças esportivas está o comprovante de vacinação para o novo coronavírus e o uso de máscara.

Finalistas terão desfalques

Rio Branco e Humaitá terão desfalques para o segundo e decisivo jogo das finais. Os jogadores Caetano (Humaitá) e Rabiola (Rio Branco) não tiveram seus contratos renovados antes da primeira partida e o regulamento da competição não permite a renovação após o primeiro jogo das finais.

O técnico Marcelo Brás para o jogo do próximo sábado (9) deverá contar com o retorno do lateral direito Peu. O atleta se recupera de um problema muscular e deve participar normalmente dos trabalhos realizados durante a semana no CT do José de Melo.

Por outro lado, o técnico Márcio Parreiras terá o reforço do atacante Rômulo. O atleta do time portoacrense cumpriu suspensão automática no primeiro jogo das finais diante do Estrelão.