Empresário e família são feitos reféns durante assalto em Rio Branco

Noite de quinta feira, 19, muito agitada na cidade de Rio Branco, palco de um roubo seguido de sequestro, aconteceu na Rua Corumbá, no bairro Nova Estação, por volta das 19h30min

O crime aconteceu em uma empresa e residência familiar de salgadinho localizado ali na região, quatro homens chegaram se passando por clientes, ao serem recepcionados, anunciaram o assalto.

Trancaram as portas da empresa, levaram a família para o interior do estabelecimento e ali, foi palco de muita violência, tanto física,quanto psicológico.

As vítimas são todos da mesma família sendo funcionários e donos do comércio, ao total eram cinco pessoas, incluindo uma criança de apenas 3 anos de idade.

Os criminosos estavam de posse de arma de fogo, um deles rendendo a família formada por duas mulheres, dois homens e uma criança de 3 anos que foram torturados, espancados e ameaçados de morte.

Segundo relatos de uma das vítimas, mãe da criança, quando ela tentou abraçar o filho, um assaltante pensou que ela iria tentar fugir e deu uma coronhada na cabeça dela, nesse momento a arma que estava na mão do bandido disparou e o tiro pegou no chão, mas os estilhaços atingiram a perna da mulher.

Enquanto dois assaltantes mantinham as vitimas presas em um cômodo da casa, os outros pegavam celulares, dinheiro, televisão, caixa de som, relógio e cartões das vítimas.

Fuga, perseguição e prisão

Um vizinho notou a movimentação estranha e acionou a polícia.

Os criminosos se evadiram do local, porque ficaram nervosos com os verdadeiros clientes tocando campainha para serem atendidos, pois era de costume eles chamarem quando o estabelecimento estava fechado.

Durante a fuga, os criminosos obrigaram o empresário, de 54 anos dirigir o próprio carro, pois nenhum sabia manusear carro automático, segundo relatou a família.

Na fuga os policiais visualizaram o veiculo na Avenida Antônio da Rocha Viana, teve início uma perseguição que terminou no bairro Vila Nova no final da Avenida.

Sem saída e cercados pela polícia, os assaltantes se renderam.

A Polícia libertou o refém, prendeu os assaltantes, recuperou os bens roubados, incluindo o veículo e aprendeu as armas usadas no crime.

Os bandidos foram encaminhados à Delegacia Central de Flagrantes- DEFLA.