Em aliança histórica, Jorge Viana, Flaviano Melo e Executiva do MDB no Acre manifestam apoio a Lula

Também estiveram presentes no encontro o ex-prefeito de Cruzeiro do Sul Vagner Sales e os ex-deputados João Correia e Chagas Romão

Jorge Viana (PT) e Flaviano Melo (MDB) protagonizaram, ao longo da história do Acre, inúmeras disputas eleitorais. Mas, diante da polarização política gerada nas eleições de 2022, em especial, no segundo turno, optaram por caminhar democraticamente lado a lado.PauseUnmute

Nesta terça-feira, 25, em Rio Branco, Jorge Viana se reuniu com o presidente do MDB, deputado federal Flaviano Melo e membros da Executiva do partido, que, juntos, alinharam apoio à eleição do candidato Lula (PT).

Também estiveram presentes no encontro histórico o ex-prefeito de Cruzeiro do Sul, Vagner Sales, e os ex-deputados João Correia e Chagas Romão, além de outros integrantes do MDB.

“O momento gravíssimo que o país vive requer isso. No MDB, têm pessoas que apoiam Bolsonaro, mas, a ampla maioria da Executiva apoia o presidente Lula. A Simone Tebet passou a ser um peça muito importante nesse processo de eleição do presidente Lula. E eu vim aqui para a gente conversar sobre isso. É muito importante que PT e MDB estejam juntos nesses processo, e também após as eleições”, salientou o ex-senador Jorge Viana.

O apoio de Flaviano a Lula não é uma surpresa, ainda no primeiro turno, o parlamentar havia comentado que “Bolsonaro nunca mais”, durante entrevista concedida ao jornalista Luciano Tavares. Questionado sobre as diferenças entre as siglas PT e MDB, Flaviano foi enfático.

“Essas arestas políticas são sempre possíveis de ser aparadas, política é assim, graças a Deus”, disse.

Apesar de, no Acre, o candidato à reeleição Jair Bolsonaro (PL) ter conquistado a maioria dos votos, no primeiro turno, 62,5% (275.582 votos), é o ex-presidente Lula que lidera a maioria das pesquisas de intenção de voto no país. Segundo o Ipespe, Lula pontua 50% das intenções de votos, enquanto Bolsonaro fecha em 44%.