Confirmada para a próxima sexta-feira a inauguração da ponte sobre o Rio Madeira

A inauguração terá a presença do presidente Jair Bolsonaro. A ponte sobre o Rio Madeira tem 1,5 quilômetros de extensão.

Contagem regressiva para a entrega oficial da ponte do Abunã sobre o Rio Madeira que acontece na próxima sexta-feira, 7, e contará com a presença do presidente da República, Jair Bolsonaro. A expectativa é que durante a agenda o chefe do Executivo federal anuncie um pacote de obras, que proporcionará ao estado a geração de emprego e renda

Foram mais de seis anos de trabalho até a conclusão da gigantesca estrutura de concreto e aço de mais de 1,5 quilômetros de comprimento por 14,9 de largura, considerada uma obra estratégica para desenvolvimento do Estado vizinho e do país.

A ponte é a terceira maior obra do Departamento Nacional de Infraestrutura de Transporte (Dnit) em execução no Brasil e vai conectar em definitivo Rio Branco (AC) a Porto Velho (RO), pela BR 364,

Financiada pelo governo federal, a obra começou em 2014, e por causa de atrasos na liberação dos recursos financeiros, ficou pronta depois do cronograma previsto no projeto que consumiu R$ 148 milhões. A empresa paranaense Arteleste foi a executora do projeto.

A Ponte é curvada, nos moldes de um arco. No ponto mais alto atinge 31 metros em relação a lâmina d’água. Possui pista com 14,45 metros de largura. A pista de rolamento tem 3,5 metros de largura cada, com 2,5 metros de acostamento e 1,5 metros de calçada. Para concluir toda essa estrutura, a Arteleste atuou com 160 operários e aplicou 13 mil toneladas de cimento, 3.500 toneladas de aço e 12 mil toneladas de asfalto.

“A construção dessa ponte foi um sonho de muitos acreanos e, hoje, já posso dizer que é uma realidade. A partir do próximo dia 7, vamos virar essa página marcada pelo atraso e daremos início a um novo tempo de desenvolvimento”, enfatizou o governador Gladson Cameli a imprensa em recente entrevista.

No final de 2020, o ministro da Infraestrutura, Tarcísio Gomes de Freitas, realizou uma visita técnica nas obras e apontou a celeridade do trabalho. “O desenvolvimento econômico se fortalece cada vez mais e torna Rondônia um estado de extrema importância para o país”, argumenta Marcos Rocha que fez questão de acompanhar o ministro durante a estada em Rondônia.

“Trata-se de um empreendimento que realiza o sonho de décadas. Agora será uma outra realidade e não terá mais a demora das balsas e nem gastos com taxas. Isso vai gerar economia e aumentar o incentivo ao agronegócio porque muita gente desistiu de vir para esse lado de cá de Vista Alegre a Nova Califórnia devido a esse problema de travessia”, disse Eduardo Lira, engenheiro encarregado da obra a imprensa. (Com informações da Agência de Notícias do Acre)

 

A PONTE

1.517 metros de extensão

31 metros de inclinação

R$ 148 milhões de investimentos

160 operários

13 mil toneladas de cimento

3.500 toneladas de ferro

12 mil toneladas de asfalto

Tráfego estimado de 1.000 veículos por dia