Acusado de assalto é morto a pedradas e terçadadas em Rio Branco

Bruno Bittencourt foi morto a tijoladas e golpes de terçado, na tarde desta sexta-feira (4), na Rua Anderson Alves, no bairro Recanto do Buritis, na região do Segundo Distrito de Rio Branco.

Segundo informações da polícia, Bruno e dois comparsas pediram uma corrida para um motorista de aplicativo no bairro Dom Giocondo, região mais conhecida como “Papoco”, e renderam o profissional. Eles teriam feito o trabalhador rodar por diversos bairros realizando assaltos e promovendo arrastões em paradas de ônibus.

O motorista de aplicativo, identificado como A.O.S, de 51 anos, foi obrigado a dirigir até a própria residência para os criminosos roubarem os pertences da casa. Ao se aproximar do imóvel, o motorista de aplicativo reagiu e entrou em luta corporal com os bandidos ainda dentro do carro.

Homem foi morto no meio da rua/Foto: Ithamar Souza/ContilNet

Ademil foi ferido com um tiro no rosto e saiu correndo de dentro do veículo. Em seguida, membros de uma facção que domina o bairro Recanto dos Buritis chegaram próximo ao carro para ver o que tinha acontecido e acabaram capturando Bruno, que foi morto com várias tijoladas e teve a cabeça violente golpeada por terçado, que quase decepou. Os comparsas fugiram para uma área de mata e abandonaram uma escopeta e um revólver que ficaram com os membros da facção.

O motorista de aplicativo foi socorrido pelo Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) encaminhado para o Pronto Socorro de Rio Branco, em estado de saúde estável.

Vítima foi levada para o hospital/Foto: Ithamar Souza/ContilNet

A Polícia Militar tentou procurar pelos autores do crime, mas ninguém foi encontrado até o momento.

O caso está sendo investigado por policiais da Delegacia de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP).

com informações da Contilnet