Vereadores voltam a reclamar da vacinação contra a Covid-19 na Capital

Os vereadores de Rio Branco, durante a sessão virtual de terça-feira, 13, voltaram a questionar o processo de vacinação contra a Covid-19 na capital acreana. Samir Bestene (Progressista) lembrou da importância de cumprir o cronograma de vacinação. Na oportunidade, elogiou os profissionais da Saúde que estão trabalhando aos sábados e domingos para dar conta da demanda.

“Nós precisamos urgentemente do aumento de dose no nosso município. Acho que temos eu enviar um documento para o governo para a agente aumentar essas doses”, disse.

Quem também comentou o assunto foi o vereador Ismael Machado (PSDB). Ele pontuou que falta efetividade por parte da prefeitura na execução do plano de vacinação e imunização da população. “É lamentável tudo isso, o que é que a falta de gestão não causa? É preciso uma ação rápida para que o nosso povo não padeça. De quem é a culpa? No domingo, por exemplo, não houve vacinação. Eu lamento muito essa falta de gestão, essa ingerência”, finalizou.

Atualização diária da vacinação
Por unanimidade, a Câmara de Vereadores de Rio Branco aprovou ontem, 13, o Projeto de Lei, de autoria do vereador Emerson Jarude (MDB) que obriga a prefeitura de Rio Branco a divulgar informações diárias sobre a vacinação contra à Covid-19.

A proposta prevê que a prefeitura informe o plano municipal de vacinação, o boletim semanal das metas vacinais atingidas, o número de vacinas aplicadas atualizadas diariamente, quantidade de doses disponíveis e etapas do plano de vacinação.

“Esse projeto garante o que a população de Rio Branco quer: mais transparência na vacinação. Agora a prefeitura terá a obrigação de atualizar diariamente os dados de quantidade de doses recebidas e aplicadas, as metas a serem atingidas, modificações no plano de imunização, entre outras informações importantes para melhorar o controle social. Agradeço aos vereadores pela aprovação”, destacou Jarude.