TRE-AC divulga os suplentes de deputados federais e estaduais mais bem votados

Além dos 8 deputados federais no Acre eleitos para o próximo mandato na Câmara dos Deputados, e dos 24 deputados estaduais que representarão os eleitores na Assembleia Legislativa do Acre, estão definidos, também, os suplentes que podem – em casos específicos – substituir os parlamentares escolhidos por voto popular.

O Tribunal Regional Eleitoral do Acre (TRE-AC) explica que tornam-se suplentes os candidatos mais bem votados do partido ou da coligação logo depois daqueles que foram eleitos. O que define quem é o primeiro, o segundo, o terceiro suplente – e assim sucessivamente – é a quantidade de votos que cada um recebeu nas urnas. Quem foi mais votado é o primeiro da fila.

Para um suplente assumir a vaga de deputado, o titular precisa ter sido cassado, se licenciar do cargo ou falecer. Vale lembrar também que o suplente precisa ser do mesmo partido, coligação ou federação do deputado que será substituído.

Confira abaixo os suplentes a deputado federal mais bem colocados e as respectivas votações nas eleições no último domingo, 2, de acordo com a proporção partidária (um suplente a cada deputado eleito por partido, coligação ou federação):

Republicanos

Israel Milani: 13.464 votos (1º suplente)

Keiliane Nunes de Melo Cordeiro: 10.092 votos (2ª suplente)

Eudemir Gomes Bezerra: 1.649 votos (3º suplente)

Progressitas

José Adriano Ribeiro da Silva: 10.623 votos (1º suplente)

Samir Figueiredo Bestene 7.436 votos (2º suplente)

Edson Braga Rodrigues: 4.097 votos (3º suplente)

União Brasil

Fábio Gonçalves de Rueda: 12.608 votos (1º suplente)

Mirla Miranda: 4.238 votos (2ª suplente)

Emílio Virgílio Lima de Oliveira: 2.336 votos (3º suplente)

Conheça os suplentes a deputado estadual:

Republicanos

Wagner Felipe Gimenes da Silva: 4.159 votos (1º suplente)

Jaris de Souza Carvalho: 4.001 votos (2º suplente)

Eber Silva Machado: 3.446 votos (3º suplente)

Progressistas

José Bestene: 4.998 votos (1º suplente)

Arlete Ferreira do Amaral: 557 votos (2ª suplente)

Jean Gonçalves de Holanda: 292 votos (3º suplente)

Partido Democrático Trabalhista

Marcus Antônio Cavalcante Lima: 5.520 votos (1º suplente)

Itamir Alisson Neves de Lima: 3.769 votos (2º suplente)

Joaquim Florêncio da Silva: 3.762 votos (3º suplente)

Movimento Democrático Brasileiro

Leila Galvão: 4.046 votos (1ª suplente)

Daniel Dorzila de Oliveira: 3.464 votos (2º suplente)

Luan Luz do Nascimento: 1.505 votos (3º suplente)

Podemos

Edvaldo Almeida de Oliveira: 5.976 votos (1º suplente)

José Arnaldo da Silva Barros: 1.803 votos (2º suplente)

Francisco de Paiva Melo Júnior: 1.309 votos (3º suplente)

Partido Liberal

Yargo Rodrigues de Oliveira: 3.025 votos (1º suplente)

Terezinha dos Santos Moreira: 2.989 votos (2ª suplente)

Eden Alves Azevedo: 2.988 votos (3º suplente)

Partido Socialista Brasileiro

Antônio Lira de Morais: 3.367 votos (1º suplente)

Gabriel Santos de Souza: 3.236 votos (2º suplente)

Francisco das Chagas Batista Lopes: 1.438 votos (3º suplente)

União Brasil

Antônio Pedro Mendonça: 6.004 votos (1º suplente)

Francineudo Souza da Costa: 4.479 votos (2º suplente)

Márcio Heleno Schiavo Simões: 1.085 votos (3º suplente)

Partido Social Democrático

Isaac Silva Piyâko: 3.567 votos (1º suplente)

Heitor Andrade de Macedo Filho (2º suplente)

Jefrson da Silva Mendonça: 2.357 votos (3º suplente)

Federação Brasil da Esperança

Daniel Queiroz de Sant’ana: 4.880 votos (1º suplente)

Cesário Campelo Braga: 3.244 votos (2º suplente)

Marcelo Castro Macedo: 1.008 votos (3º suplente)

Federação PSDB Cidadania

Cadmiel Bonfim: 5.909 votos (1º suplente)

Rudilei Soares de Souza: 2.061 votos (2º suplente)

Cícero Furtado da Rosa: 597 votos (3º suplente)