Tião Bocalom reúne Safra e Seme para discutir implantação do projeto Hortas e Fazendinhas nas escolas do município

O projeto envolve estudantes e professores, aborda ao mesmo tempo assuntos como alimentação saudável, a relação homem-natureza e estimula o agronegócio e consiste em implementação de hortas nas escolas municipais.

Visando facilitar o acesso aos alimentos saudáveis e prevenir a desnutrição, além de deficiência alimentar de crianças, especialmente em regiões com vulnerabilidade social e garantir a boa saúde dos alunos da rede municipal de ensino, o prefeito de Rio Branco, Tião Bocalom, reuniu representantes das Secretarias de Educação (Seme) e Agricultura Familiar (Safra) para tratar da implantação do ‘Projeto Hortas e Fazendinhas’ nas escolas do município.

O projeto envolve estudantes e professores, aborda ao mesmo tempo assuntos como alimentação saudável, a relação homem-natureza e estimula o agronegócio e consiste em implementação de hortas nas escolas municipais.

“Vamos colocar essas hortas e fazendinhas para cultivo de hortaliças e plantas medicinais. Com isso, poderemos produzir alimentos e ensinar aos nossos alunos o manuseio de culturas diversas”, explicou a professora Marilú Aguilera.

“Um projeto interessante, que já implantamos no município de Acrelândia quando Bocalom era prefeito daquela cidade. Ele tem uma preocupação muito grande com as crianças e como elas devem aprender, na escola, como cultivar as hortaliças e outras culturas”, salientou o secretário da Safra, Eracides Caetano.

“Essa questão do projeto Hortas e Fazendinhas é fundamental, principalmente porque é uma ferramenta pedagógica para a gente ensinar às crianças e que de repente pode se transformar numa alternativa de renda para as famílias. É importante que a gente passe a despertar nas crianças, através da educação, o gosto pela terra, o gosto de produzir aquilo que é alimento”, concluiu Tião Bocalom.