Câmara receberá emenda federal para construção da sede

Por intermédio da vicepresidente da Câmara de Rio Branco, vereadora Lene Petecão (PSD), foi feito uma conversa com o senador Sérgio Petecão (PSD), juntamente com o presidente do parlamento municipal, vereador Antônio Morais (PT) para falar de parcerias e cumprimentar o senador pelo cargo de primeiro secretário do Senado Federal.

Após um breve relato das propostas e intenções da mesa diretora para o biênio 2019-2020 e mostrar o projeto de construção da nova sede da Câmara, o senador anunciou que fará a destinação de emenda parlamentar para ajudar na realização da obra.

“Se faz necessário que o parlamento da capital tenha sua sede e saia do aluguel. Outras mesas tentaram fazer isso, mas não conseguira tirar do papel. Com a liderança do Morais que está enxugando os gastos para realizar esse sonho de todos nós, estou me comprometendo em destinar um montante da minha emenda parlamentar e deixar meu gabinete como QG para o presidente e a vice irem fazer o mesmo pedido a bancada acreana. Como diz nosso presidente Morais, juntos somos mais fortes e quem ganha é a população”, disse Petecão.

Para o presidente da Casa do Povo, a notícia foi uma grande surpresa e de muita comemoração. “Com a proposta do governador em oferecer um prédio para sairmos do aluguel e essa destinação do senador, a construção da nossa sede será mais rápida do que o esperado. Iremos economizar para realização da obra, valorizar nossos servidores, diminuir os gastos e ajudar melhor a população de Rio Branco”, destacou Morais.

A vereadora Lene afirmou que todo benefício para reduzir custos e ajudar na economia local são necessários.

“Eu me sinto feliz por fazer essa mediação entre nossos poderes e ver o resultado do nosso trabalho para a sociedade. Já fizemos a conversa com a prefeita Socorro Neri (PSB), e iremos marcar ainda esse mês de irmos até Brasília e falar com a bancada acreana. Nesse momento não existe cor partidária, mas uma intenção única em benefício da população”, frisou Lene.

Deputado federal Leo de Brito anuncia a destinação de mais uma emenda para Ufac

Recursos são na ordem de R$ 710 mil e visam garantir o Doutorado do curso de Direito

Encerrando seu mandato como deputado federal, Leo de Brito anunciou, nesta segunda-feira, 26, a destinação de mais uma emenda para a Universidade Federal do Acre (Ufac). Desta vez o parlamentar está alocando R$ 710 mil em recursos que vão garantir a realização do Doutorado, do curso de Direito.

“Eu venho da Ufac e entendo as necessidades do curso. É muito importante investir na qualificação dos nossos docentes, assim a gente valoriza os professores e melhora a qualidade do ensino oferecido pela instituição”, explicou Leo de Brito.

Formado em Direito pela instituição e depois voltando à universidade na condição de professor do curso, em 2007, Leo de Brito conhecia de perto todas as dificuldades enfrentadas por docentes e estudantes do curso mais antigo da instituição.

Ao assumir o mandato de deputado federal ele se comprometeu em ajudar à Ufac garantindo melhorias para o curso. Destinou R$ 1 milhão em emendas parlamentares para garantir a estruturação do bloco do Centro de Direito e Economia, bem como a realização do Mestrado Interinstitucional em Direito (Minter), em parceria com a Universidade de Brasília (UnB).

As emendas foram liberadas em 2016 e 2017, graças ao empenho do parlamentar junto ao Ministério da Educação (MEC).

“A Ufac passou a existir a partir do curso de Direito e até então não tínhamos um espaço próprio. Foi preciso um professor se tornar deputado federal para poder olhar pela instituição e por um de seus cursos mais importantes. Além de poder garantir a estruturação do bloco, que além de Direito abriga o curso de economia e futuramente o de administração, foi um orgulho poder garantir a participação de mais uma turma de docentes no Mestrado Interinstitucional, ajudando na qualificação dos profissionais e portanto melhorando a qualidade do ensino”, frisou o parlamentar.

Major Rocha anuncia pagamento de emenda para Quinari

O deputado federal Major Rocha (PSDB) anunciou na tarde desta quinta-feira, 28, o pagamento de uma emenda de sua autoria, no valor de 400 mil reais para o município de Senador Guiomard.

A emenda será investida em várias Unidade de Saúde do município na aquisição de equipamentos hospitalares.

Ao todo oito unidades serão beneficiadas, com a emenda do parlamentar tucano.

As unidades são as seguintes

1 – Centro de Saúde Ilson Alves Ribeiro (Rua Jamil Bestene);

2- Centro de Saúde Maria do Socorro Cavalcante  (Av. Castelo Branco)

3 – Unidade Básica de Saúde Francisco Luis de França (Rod BR 317 – Lt 1 – Ramal do Pele)

4 – Unidade Básica de Saúde Manuel Lima do Nascimento (Rod. BR 317 – Ranak da Bonal)

5- Unidade Básica de Saúde Pedro Rabelo de Lima (Rod. BR 364 Ramal N Junior Assentamento Pedro Peixoto)

6 – Unidade de Saúde da Família Maximo Damasceno – (Estrada da Boca do Acre km 16 – BR 317)

7 – Unidade de Saúde da Família Miguel Severino de Oliveira (Gerson Pereira – Democracia)

8 – Unidade de Saúde da Família Francisco Taveira (Rua José de Barros, 18 de Setembro)

Produtores de Cruzeiro do Sul são beneficiados com emenda de Alan Rick

O deputado federal Alan Rick (DEM), participou no sábado, (23), em Cruzeiro do Sul, da solenidade entrega de equipamentos e implementos agrícolas, destinados para comunidades rurais do município. Os benefícios foram adquiridos através de sua emenda individual no valor de R$700 mil, junto a Sudam. Os recursos irão beneficiar 27 comunidades e mais de 900 famílias.

Esta foi apenas a primeira etapa da entrega dos equipamentos, entre os quais 10 debulhadores de milho, 05 engenhos de cana, 30 motores de 5,5 HP, 20 motores de 10 HP, 20 kits de casa de farinha, 20 filmes plásticos para estufas, 25 chapas de 2×1,2 m, 20 bolas catitus e 27 macacos hidráulicos.

Na 2ª etapa serão entregues diversos outros tipos de equipamentos também destinados para produção rural. Os equipamentos foram entregue a produtores e lideranças rurais que na oportunidade assinaram o termo de responsabilidade para uso em suas comunidades, durante a solenidade organizada pela prefeitura e realizada na Praça do Centro Cultural.

“Como parlamentar, tenho tido o privilégio de auxiliar a gestão do prefeito de Cruzeiro do Sul, Ilderlei Cordeiro, na liberação de recursos para a cidade. Estar em Cruzeiro do Sul nesta entrega é um momento de muita alegria, pois podemos ver a alegria dos produtores de todas as comunidades que estão sendo comtempladas com a nossa emenda, que vai ajudar na produção daqueles que levam a comida para a mesa do povo do Vale do Juruá”, disse Alan Rick

Na solenidade, Alan Rick recebeu da presidente do Ramal 05, Projeto Narciso Assunção, Maria Jurgleide dos Santos Lima, agradecimentos pela emenda e importância dos equipamentos para ampliação da produção no projeto onde mora. “É muito importante para nós recebermos esses equipamentos, pois assim teremos um produto com melhor qualidade e uma renda melhor. Esse é um sonho realizado. Agradeço muito ao deputado que nos ajudou com essa emenda”, agradeceu a produtora.

O Prefeito Ilderlei Cordeiro lembrou que os equipamentos e implementos agrícolas são importantes para todos os produtores, tanto para melhoria da produção, como para a economia financeira das famílias.

Rocha anuncia pagamento de emenda que beneficiará Instituição de acolhimento de crianças órfãs do Alto Acre

O deputado federal Major Rocha (PSDB) anunciou na manhã desta quarta-feira, 13 de junho, o pagamento de uma emenda de sua autoria no valor de quase 260 mil reais, para uma Instituição de acolhimento que atende crianças dos municípios de Assis Brasil, Brasileia, Epitaciolândia e Xapuri.

O recurso será aplicado para manter os custeios diários do abrigo que fica localizado no município de Epitaciolândia.

Rocha destacou a importância do emprego desta emenda para o abrigo que atende crianças órfãs. “Sei a necessidade que o abrigo tem diariamente, pois dezenas de crianças são assistidas pela instituição, e isto tem uma grande despesa, por isso empreguei está emenda para ajudar nos custeios do abrigo”, destacou o deputado.

O valor pago pelo governo federal já foi depositado na conta da Secretaria Municipal de Ação Social de Epitaciolândia e será repassado a instituição.

Bancada vai destinar R$ 70 milhões para Segurança

A bancada do Acre vai propor emenda ao Orçamento da União para destinar R$ 70 milhões para a segurança pública no Estado. A decisão foi tomada durante reunião, na tarde desta quarta-feira, 15, entre os três senadores e oito deputados federais que integram a bancada parlamentar no Congresso. Eles estiveram com o secretário de Segurança Pública, Emylson Farias da Silva. A ideia é destinar recursos federais que permitam dar melhores condições para o combate ao crime no Acre. O senador Jorge Viana (PT) disse que o momento é de união, lembrando que a crise na segurança pública atinge diversos estados brasileiros. “Não dá para enfrentar o crime sem união”, disse. Ele defende apoio às autoridades estaduais.

Mais cedo, Jorge Viana cobrou na tribuna do Senado agilidade no exame do novo Código Penal, que está na Comissão de Constituição e Justiça (CCJ). Ele quer mais rigor na aplicação de penas que atentam contra a vida humana, como forma de aplacar a onda de insegurança que o Brasil atravess. “Por que não votamos o novo Código Penal, que está dormindo nas prateleiras da Comissão de Constituição e Justiça do Senado?”, cobrou. O Código Penal é da década de 40 do século passado. “As leis penais brasileiras, hoje, nos impõem situações que alguém precisa matar quatro pessoas para poder pegar 10 anos de cadeia. A vida não vale nada”, discursou.

Em discurso na tribuna, Viana lembrou que, desde janeiro, criminosos têm promovido ataques em várias cidades do país, como Manaus, Boa Vista, Natal e, mais recentemente, Vitória e Rio de Janeiro. Na noite de terça-feira, Rio Branco foi palco de violência, com bandidos ateando fogo em ônibus.  “O fato é que essa ação de organizações criminosas nos impõe uma união nacional, para que a gente possa fazer frente a essa situação, que para mim é a mais grave no caos que o Brasil enfrenta do ponto de vista econômico, do desemprego”, disse.

Segundo o parlamentar, o aparato legal brasileiro tem distorções graves. “Hoje, se uma pessoa for acusada de maus tratos a algum animal e for acusada de maus tratos a uma criança, ela pega uma pena maior se tiver maltratado o animal”, denunciou. Ele disse que o Acre conviveu com o crime organizado, no passado. “Conseguimos, graças à união das instituições e à confiança da sociedade, virar essa página, mas a violência ainda teima”, disse, lembrando que, desde janeiro, foram 40 mortes que considerou “estranhas”.