Sérgio Petecão é eleito primeiro-secretário do Senado Federal

O Acre, mais uma vez, está representado na Mesa Diretora do Senado Federal. O senador Sérgio Petecão (PSD) foi eleito ontem para o cargo de primeiro-secretário, um dos mais importantes da direção daquela casa legislativa. Junto com ele, foram eleitos os demais nomes, com exceção do presidente Davi Alcolumbre (DEM/AP), eleito em sessão realizada no último sábado, 02.

Antes de Petecão, os senadores acreanos Tião Viana e Jorge Viana (ambos do PT), também foram escolhidos para cargo na Mesa Diretora, exercendo a função de vice-presidentes.

“Foi uma luta grande para chegar até aqui. Hoje, o meu partido tem uma bancada expressiva no Senado e eu, como sou fundador do partido e tenho uma boa relação com toda a bancada, bem como dos demais partidos, fui indicado para o cargo”, explicou Petecão.

“Além disso, encampei a candidatura do senador Davi Alcolumbre para a Presidência há pelo menos uns três meses, o que me qualificou para participar de uma gestão ao seu lado”, completou.

Petecão, ao reconhecer a importância do cargo, disse que ele será muito útil no sentido de abrir portas em ministérios e em outras instituições federais, principalmente para ajudar os prefeitos que buscam recursos em Brasília.

“Esses prefeitos precisam muito dos recursos de emendas parlamentares e esse cargo vai servir para ajuda-los, abrindo portas e encaminhando suas demandas.”

A Mesa do Senado Federal para 56ª Legislatura ficou constituída como presidente ficou Davi Alcolubre (DEM/AP), como 1º vice-presidente Antonio Anastasia (PSDB-MG) e 2º vice-presidente Lasier Martins (Pode – RS).

A 1ª secretaria caberá ao senador Sérgio Petecão (PSD-AC); a 2ª secretaria será ocupada por Eduardo Gomes (MDB – TO); a 3ª secretaria terá Flávio Bolsonaro (PSL-RJ); e a 4ª secretaria caberá ao senador Luis Carlos Heinze (PP – RS).

Também foram eleitos os quatro suplentes da Mesa. Marcos do Val (PPS-ES) será o 1º suplente; Weverton (PDT-MA), o 2º suplente; Jaques Wagner (PT-BA), o 3º suplente; e Leila Barros (PSB-DF), a 4ª suplente.

Com informações da Agência Brasil