Senador elogia sistema de controle de produtos florestais

Jorge Viana (PT-AC) participou de reunião técnica, no auditório da Federação das Indústrias do Estado do Acre (FIEAC), em Rio Branco, e elogiou a implantação do Sistema Nacional de Controle da Origem de Produtos Florestais (Sinaflor). Presidente da Comissão Mista de Mudanças Climáticas do Senado Federal, Viana lembrou que o sistema é moderno e vai permitir o uso inteligente da internet para monitoramento da produção florestal.

“Será possível acompanharmos os resultados do manejo das florestas, determinando limites à exploração e como o produto será processado na indústria”, disse. “O Acre é o terceiro estado a implementar esse sistema”. O senador lembrou que a adoção do sistema é fruto das exigências estabelecidas pelo novo Código Florestal, do qual o parlamentar foi relator no Senado.

“Não se pode criminalizar a economia florestal e não se pode explorar de forma predatória”, disse Viana. “Tem que haver mais investimentos no setor.  Precisamos trabalhar de forma vertical, valorizando nossas riquezas naturais e estabelecendo um novo modelo de economia e consumo”.

Ele lembrou a importância de o país manter o compromisso de desenvolver uma economia sustentável, com transparência e rigoroso cumprimento da lei. Jorge Viana disse que o sistema dará transparência, com controle de transporte e beneficiamento de produtos florestais. “Isso é resultado direto do novo Código Florestal”, comentou.

“O transporte de madeira e a venda de madeira não é mais atividade ilegal. Precisamos combater a ilegalidade apoiando quem trabalha dentro da lei”, afirmou. Ele também lembrou o desafio imposto ao Acre. “Não acredito em nada que se faz no Acre que não tenha a floresta como foco principal”, disse. “Ela é nossa maior riqueza. Viver no meio da Amazônia é uma dádiva e não um castigo, como pensam alguns”.