Regina Ferrari: “tivemos o registro de 27 urnas substituídas”

No final da tarde de ontem (7), a presidente do Tribunal Regional Eleitoral do Acre (TRE/AC), Regina Ferrari, falou a respeito das eleições no Estado. Ela comentou o total de urnas eletrônicas que foram substituídas, 27 urnas. A magistrada disse, também, que a troca foi estritamente técnica.

“Tivemos o registro de 27 urnas substituídas por problemas técnicos operacionais isso é normal em todo o Brasil. Em termos de ocorrência registradas pela Polícia Civil e Polícia Federal, tivemos em torno de 20 a 25 ocorrências. Estivemos em toso os locais de votação. A última parcial que tivemos teve o registro do comparecimento de 66% dos eleitores às urnas, ou seja, dos 547 mil, 361 mil já haviam votado.

Regina Ferrari explicou que a lentidão em alguns locais de votação se deu pelo fato de ser seis candidatos a serem votados pelo eleitor. “A votação é lenta. São seis votos. Normalmente se espera que termine mais tarde. Acredito que até às 19h30 tenha encerrado a votação.

Quantos às informações veiculadas nas redes sociais do não aparecimento da foto de determinados candidatos, ela relatou que são ‘boatos’. “Isso diz respeito à fake News. Todos os senhores que tentou-se fazer uma lavagem cerebral para que os eleitores desacreditassem nas urnas eletrônicas. Eu lhes digo que muito mais fraudes registramos em tempos remotos é quando votávamos em cédulas. Nós reafirmamos a confiança do voto depositado na urna eletrônica, na legitimidade do voto ali depositado, ele sim transparece e positiva o exercício democrático do candidato da sua preferência”, pontua a presidente do TRE/AC.