Pesquisa aponta o governo de Gladson Cameli bem avaliado pela população

O Instituto Data Control divulgou na quarta-feira, 14, uma pesquisa de avaliação ao governo do Estado. De acordo com o resultado, a gestão de Gladson Cameli é considerada por 65,8% da população como ótima/boa. Cerca de 16,6% avaliam como regular e 16,6% como ruim/péssimo e 1% não soube responder.

A pesquisa também avaliou os cem primeiros dias de gestão do prefeito de Rio Branco, Tião Bocalom (Progressista). Conforme a pesquisa, 23,3% dos entrevistados acham o governo Bocalom ótimo/bom, 13,3% avaliam como regular e 56,4% como ruim/péssimo. Cerca de 7% dos entrevistados não souberam avaliar.

A pesquisa mostra que a população continua acreditando no sucesso na gestão Bocalom. Quanto a expectativa sobre os três anos e sete meses do mandato de Tião Bocalom, a população respondeu que é 47,2% para boa/muito boa, mais ou menos 20,9%, ruim/muito ruim 29,6%. 2,3% não souberam avaliar.

Alan Rick é considerado é visto como o deputado que mais trabalha

A pesquisa do Instituto Data Control também procurou saber da população qual o deputado federal que mais tem trabalhado pelo Acre. O democrata Alan Rick ficou na primeira colocação. Cerca de 12,3% dos entrevistados indicaram o democrata, uma diferença de 4% com relação a segunda colocação.

Ao comentar sobre o resultado da pesquisa Alan Rick citou o compromisso com as demandas do Estado e da população.

“É gratificante ver que o povo do Acre tem visto nosso esforço em melhorar as condições do Estado. O resultado dessa pesquisa reflete meu compromisso com o povo acreano. Temos realizado um trabalho sério nos 22 municípios do Acre na área da Segurança Pública, Saúde, Educação, Produção e outras. Ser considerado o deputado federal que mais trabalha pelo Estado só me dá mais ânimo para continuar lutando por melhores condições pro nosso povo”, disse.

Presidência da República

A popularidade do presidente da República, Jair Bolsonaro também foi avaliada. Os entrevistados classificaram a gestão do militar em ótimo, bom, regular, ruim ou péssimo. Conforme o percentual, 42,2% dos entrevistados acham o governo de Bolsonaro ótimo/bom, 17,6% avaliam como regular e 38,8% como ruim/péssimo. 2% não soube avaliar.

A pesquisa ouviu 602 pessoas, a maioria do sexo feminino, no último dia 12 de abril nível de confiança é de 95%, sendo que a amostragem de erro é de 4% para mais, ou para menos.