O MOMENTO É AGORA – por Ana Luiza de Lima

Estava eu lá naquela rede social chamada instagram e e me deparo com o seguinte texto em um stories de um guru do marketing digital aqui no Brasil: “se você não fala instagramês é pior que não falar inglês”. Eu ri ao ler isso e pensei “é, é isso mesmo!”. A verdade é que estamos cada vez mais no digital.

A pandemia veio ai, sacudiu tudo, nos fez ficar em casa. Mas nós somos seres humanos, seres sociais, é a nossa sociabilidade, são nossas relações que nos tornam humanos. E ai o que fizemos? migramos (ainda mais) pro digital, se já usávamos antes, agora então… 

Pra ter uma ideia, só no primeiro semestre de 2020 às vendas online no Brasil cresceram 47%, essa é a maior alta em 20 anos. A pesquisa da Ebit/Nielsen, feita em parceria com a Elo, aponta ainda que essa tendência veio pra ficar.

Um negócio que não tem uma presença forte no digital tá fadado ao fracasso. Vimos nesse ano a importancia de se adaptar. Ok que você não curta redes sociais, tá tudo bem, sabe?!, de verdade! Mas reconheça a importância disso. Saiba o potencial que existe ali. Tá tudo na palma da mão. 

Se eu não falar inglês e precisar por algum motivo disso, posso pesquisar no google e tenho um tradutor instantâneo. Agora, se não conseguir utilizar as redes sociais, principalmente o instagram, você perde dinheiro.

Falo por mim, eu enquanto cliente, sempre pesquiso nas redes sociais antes de fazer uma compra. Raramente saio para ir em uma loja. Mas teve um dia que sai de casa pra ir em uma loja porque vi stories de uma promoção, como também teve outro dia que baixei aplicativo de um restaurante porque a comunicação nas redes socias era tão boa que me deixou com desejo do produto, eu nem tava com fome. 

Percebe? parece besteira, mas do mesmo jeito que aconteceu comigo aconteceu com muitas outras pessoas. Inclusive no dia que eu cheguei na loja tinha FILA de pessoas querendo comprar porque viram nos stories. Será que essas pessoas todas realmente tinham necessidade disso? Eu não tinha tanta assim, viveria bem sem esses produtos, mas eles estão aqui no meu guarda roupa e o meu dinheiro tá lá na conta deles. Se não me engano não rolava a opção de delivery porque era promoção, mas nos produtos regulares da loja ainda tinha a opção de comprar pelo direct e receber na minha casa ou retirar na porta do estabelecimento.

Se você quer crescer profissionalmente, se quer fazer seu negócio crescer, comece a olhar com outros olhos para o instagram. Comece a profissionalizar suas redes. Isso não significa que você vai deixar de ser você, longe disso, muito longe. Na verdade é o contrário. Quanto mais você começar a falar, mais você se conhece e entende o que quer pra você, pra sua profissão, pro seu negócio e o que quer comunicar,. 

Mostra a tua cara nos stories, fala, conta tua história. Eu quero saber, teus seguidores querem saber, a gente adora uma fofoca. Não quero uma loja que entro no feed e só vejo foto de produto, eu posso jogar no google pra ver. Eu quero saber qual a origem desse produto, qual a história dele, quem que faz isso, qual a mudança que isso pode proporcionar na minha vida, qual é o valor que isso tem (nem tô falando de preço, viu?). Quero fazer parte, me comunicar, me sentir em uma comunidade.

Redes sociais é sobre relações. Sobre troca. Sobre diálogo. Sobre conversa. É responder todo mundo que manda mensagem no direct. É deixar bem claro e visível todas às informações que seu cliente precisa (o preço na publicação 🙂 É aprender com os erros. 

Faz, erra, aprende. Faz de novo, erra de novo, aprende de novo. Ai você vai e faz mais uma vez, erra mais uma vez, aprende mais uma vez. Somos brasileiros, não desistimos nunca! E nesse processo teu conteúdo já melhorou pra um caramba e tu nem sentiu. 

Não tem como esperar o momento perfeito pra se posicionar nas redes sociais.

O momento é agora. Faça!

Em choque?! É porque ainda não viu o tantão de coisa que tem lá no meu instagram, segue @_analuizadelima .

Até mais!