Connect with us

Cotidiano

MPAC realiza 8ª edição do Prêmio de Jornalismo com premiações e reconhecimento ao trabalho da imprensa acreana

Published

on

Foram mais de 60 trabalhos jornalísticos inscritos e na noite desta sexta-feira, 12, o Ministério Público do Estado do Acre (MPAC), realizou a 8ª edição do Prêmio de Jornalismo do MPAC. Uma iniciativa pioneira no estado que visa reconhecer, estimular e valorizar o trabalho e os profissionais da imprensa acreana. A premiação marca as últimas atividades de gestão do procurador-geral de Justiça Oswaldo D’Albuquerque Lima Neto.

Sendo uma das edições mais prestigiadas, a 8ª edição do prêmio teve a presença dos profissionais da imprensa acreana, de membros e servidores do MPAC.O senador Jorge Viana, o presidente da Assembleia Legislativa do Acre, Ney Amorim, o vereador Emerson Jarude, também prestigiaram a solenidade, além da defensora pública-geral, Roberta Caminha.

Na ocasião da premiação, foram escolhidos os três trabalhos que mais se destacaram nas categorias Telejornalismo, Jornalismo Impresso, Webjornalismo e Destaque Acadêmico para estudantes de Jornalismo. Nesta edição, o Prêmio recebeu inscrições de veículos de comunicação da capital e do interior do Acre, além do Distrito Federal e outros.

“Com essa premiação estamos encerrando a gestão com chave de diamante, pois trata-se de uma promessa que eu fiz aos meus antecessores de que nós iríamos não só manter o prêmio, como avançar ainda mais, ampliando-o. O que era apensas um projeto, tornamos um programa nacional premiado, como uma boa prática, uma referência premiada no prêmio de gestão do Conselho Nacional do Ministério Público (CNMP)”, declarou Oswaldo D’Albuquerque.

A corregedora-geral do MPAC e procuradora-geral de Justiça eleita para o biênio 2018-2020, Kátia Rejane de Araújo Rodrigues, também destacou o valor do prêmio para o MPAC e garantiu que a boa prática terá continuidade em sua gestão.

Advertisement

“Que venha a 9ª edição do Prêmio de Jornalismo do MPAC. Essa é uma iniciativa que tem dado muito certo e nós, com certeza, vamos dar continuidade na próxima gestão, sempre com o objetivo de avançar e torná-lo ainda melhor”, garantiu.

Destaque nacional

Realizado pela Diretoria de Comunicação, a iniciativa surgiu em 2010 com a finalidade de incentivar a inserção de notícias positivas na mídia, reconhecendo e estimulando a atuação da imprensa como difusora de informações e formadora de opinião.

Em 2012, o projeto ganhou o primeiro lugar no X Prêmio Nacional de Comunicação e Justiça, na categoria Relacionamento com a Mídia. Ainda em 2012, serviu como base para o I Prêmio de Jornalismo do Conselho Nacional dos Procuradores Gerais (CNPG).

Oswaldo D’Albuquerque também destacou que em 2017, foi a vez do Prêmio de Gestão do Conselho Nacional do Ministério Público (CNMP) reconhecer o Prêmio de Jornalismo do MPAC, na categoria “Comunicação e Relacionamento”, elevando-o ao terceiro lugar entre os melhores do MP no Brasil.

Advertisement

Homenagens

A cerimônia apresentada pelos jornalistas Jocely Abreu e Willian Crespo, contou com uma homenagem do Ministério Público aos jornalistas que faleceram em 2017, como os eternos Wilson Nascimento (Rádio Difusora Acreana), Val Sales (Jornal O página 20), Fábio Luiz (Ufac) e Raphael Lima (servidor do MPAC).

Também foi homenageado, o jornalista convidado, Fábio Menegatti, da Rede Record. Profissional há 17 anos, Menegatti atua na Rede Record de Televisão em São Paulo e já participou de coberturas especiais na China, México e Haiti, além de ter feito a cobertura especial sobre a cheia do rio Madeira e o isolamento do Acre em 2014. Foi finalista do Prêmio Esso em 2015 e vencedor do Prêmio Associação Nacional dos Magistrados do Trabalho em Direitos Humanos (Anamatra) em 2014.

Solenidade encerra com show de Wanderley Andrade

O encerramento da noite foi um dos momentos mais marcantes da festa. No ritmo Brega Pop, o cantor e compositor paraense, Wanderley Andrade – o Traficante do Amor, como é conhecido – embalou seus maiores sucessos garantindo um dos momentos de maior descontração e interação do evento. O pré-show ficou por conta da banda local Defraudes.

Advertisement

Wanderley Andrade também foi homenageado pelo MP acreano MP acreano.

Os vencedores

Com a matéria ‘Galera do Bem” o jornalista Resley Saab, do Jornal Opinião, recebeu o troféu de primeiro lugar das mãos do procurador-geral Oswaldo D’Albuquerque.

Em segundo lugar, ficou a jornalista Júnia Vasconcelos, da TV Acre, com a reportagem ‘Síndrome Alcoólica fetal”. O troféu que foi entregue pela corregedora-geral do MPAC, Kátia Rejane de Araújo Rodrigues.

Rodrigo Resende, da Rádio Senado de Brasília (DF), autor da reportagem ‘A Culpa é do Estuprador”, ficou em terceiro lugar.

Advertisement

Já o destaque acadêmico foi para o aluno do curso de jornalismo da Universidade Federal do Acre (Ufac), Vinícius Charife.

Parceiros

A 8ª edição do Prêmio de Jornalismo do MPAC contou com a parceria do Banco do Brasil, governo federal, Prefeitura de Rio Branco, Associação dos Servidores do Ministério Público do Estado do acre (Assempac), Câmara Municipal de Rio Branco, Acisa, Assembleia Legislativa do Acre, Associação dos Servidores do MPAC, Unimed Rio Branco, Uninorte, Supermercado Araújo, Recol, Natan, Labnorte, Simão Festa, Devassa, Honda e Bial Som.

Continue Reading
Click to comment

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *