Iapen e TJ realizam ação conjunta intramuros com foco no combate à violência contra a mulher

Com o objetivo de combater a prática do machismo, conscientizar e educar a população carcerária acerca da violência contra a mulher, o Instituto de Administração Penitenciária (Iapen) iniciou nessa semana a campanha do Agosto Lilás, que preza o fim da violência contra a mulher.

A programação iniciou no Complexo Penitenciário de Rio Branco, na última segunda-feira, e conta com torneios esportivos, rodas de conversa e ações educativas aos detentos da unidade.

A Escola Fábrica de Ases, no Complexo Penitenciário, foi palco de uma importante roda de conversa nesta quinta-feira, 11.

Os detentos puderam participar de uma oficina de reflexão com a assistente social da Justiça Restaurativa, Mirlene Thaumathurgo, e com a juíza de Direito do Tribunal de Justiça do Acre (TJ/AC), Andréa Brito, da Vara de Execuções Penais e Medidas Alternativas (Vepma), da comarca de Rio Branco.

“Quero parabenizar a presidência do Iapen pelo evento, que é muito importante para combater a violência contra a mulher. O Tribunal de Justiça vai continuar dando seguimento às recomendações do Conselho Nacional de Justiça (CNJ) e levando esse debate intramuros”, contou Andréa Brito.

“Essa ação vai acontecer em todo o estado, nas unidades do interior, e vamos finalizar com chave de ouro no dia 31 de agosto, no presídio feminino, em Rio Branco”, explicou Claudia Costa, chefe da Divisão de Assistência Social e Atenção à Família do Iapen.

De acordo com o presidente do Iapen, Glauber Feitoza, essa ação é importante para mudar realidades no Acre.

“É uma ação que vai desde a capital até o interior do estado e tem como objetivo principal erradicar a violência contra a mulher, que é uma pauta que estamos dando destaque na Segurança Pública do estado”, frisou.