Hospital de Urgência e Emergência realizou mais de 3,6 mil cirurgias

Procedimentos cirúrgicos de urgência e emergência necessitam de cuidado especial. Para ter sucesso nesse tipo de atendimento, é preciso celeridade nos agendamentos, profissionais qualificados e que estejam sempre correndo contra o tempo na missão de salvar vidas.

O Hospital de Urgência e Emergência de Rio Branco (Huerb) é a unidade de referência para a população acreana em casos de lesões graves ou situações críticas quando há risco de morte. Por dia, são centenas de atendimentos de pacientes que chegam com ferimentos graves, necessitando de intervenção urgente ou procedimento cirúrgico que pode ser determinante para que continuem vivos.

“Pela própria característica, o Huerb é unidade de saúde que está sempre trabalhando no limite da vida das pessoas. É impossível o trabalho não ser tenso, mas, mesmo com as dificuldades, a grande maioria dos nossos funcionários cumpre de forma muito honrosa com essa missão que é salvar vidas”, afirma Michelle Melo, gerente-geral do Huerb.

Quando se fala, especificamente, em cirurgia, os números comprovam a importância da unidade para a saúde acreana. Somente entre os meses de janeiro a novembro deste ano, foram realizadas no Huerb mais de 3,6 mil cirurgias, sendo mais de 1,7 mil ortopédicas e cerca de 300 neurológicas.

Para atender essa demanda, são necessários os recursos citados acima, mas é preciso também um considerável montante financeiro. Apenas com a aquisição de material ortopédico para cirurgias, o investimento é superior a um R$ 1 milhão.

Para atender toda a demanda, além do recurso financeiro, é necessária uma equipe profissional qualificada e em grande quantidade. Só no centro cirúrgico, são nove enfermeiros, 40 técnicos de enfermagem e 45 médicos cirurgiões de diversas especialidades, como bucomaxilofacial, cirurgia-geral, plástica, torácica, vascular, neurocirúrgica, obstétrica, oftalmológica, ortopédica e urológica, que se revezam em plantões e atuam conforme a demanda no centro cirúrgico do hospital.

Esses profissionais são essenciais para garantir um atendimento emergencial e de qualidade à população.

“Temos uma grande demanda no Huerb. Ele recebe e atende os pacientes que sofrem acidentes de trânsito ou são vítimas de violência. São mais de 3,6 mil cirurgias realizadas este ano até novembro, com a certeza de que os nossos profissionais se esforçam ao máximo para garantir a vida de cada paciente que chega até aqui, independentemente do seu estado”, finaliza Michelle.