Connect with us

Política

Heitor Júnior solicita realização de exame de genotipagem

Na Aleac, o deputado Heitor Júnior (PDT) solicitou ao secretário de Estado de Saúde, Gemil Júnior, a disponibilização, pelo Serviço de Assistência Especializada (SAE), do exame de genotipagem de hepatite C. Ele frisou que por conta da falta do procedimento, mais de 35 pacientes estão sem poder ter acesso ao novo tratamento da doença, isso porque esse é um dos protocolos do Ministério da Saúde (MS) para liberar a medicação.

Published

on

Na Aleac, o deputado Heitor Júnior (PDT) solicitou ao secretário de Estado de Saúde, Gemil Júnior, a disponibilização, pelo Serviço de Assistência Especializada (SAE), do exame de genotipagem de hepatite C. Ele frisou que por conta da falta do procedimento, mais de 35 pacientes estão sem poder ter acesso ao novo tratamento da doença, isso porque esse é um dos protocolos do Ministério da Saúde (MS) para liberar a medicação.

“Quero fazer aqui uma solicitação ao secretário Gemil, que lá no SAE está faltando um exame primordial para que os portadores de hepatite possam iniciar o tratamento, que é o exame de genotipagem. O Lacen não faz mais esse procedimento, sendo de responsabilidade do SAE. Eu recebi umas mensagens da médica Judite pedindo para que pudéssemos cobrar isso e fossem tomadas as devidas providências, com urgência. É uma dificuldade trazer essa medicação para o Acre e o tratamento não é feito por conta da falta de um exame de genotipagem. Faço essa cobrança ao Gemil e à enfermeira Edna, diretora do SAE, para que providencie isso com urgência. Temos a medicação disponível, mas a administração desse medicamento está impedida por conta da falta desse exame”, relatou.

O pedetista falou de um número que preocupa. Segundo ele, 40% da população de Tarauacá tem um dos vírus da hepatite. No Estado, esse número é de 10% em relação ao restante do país. “Hoje se calcula pela Organização Mundial de Saúde e pelo Ministério da Saúde (MS) que cerca de 10% da população acreana está com algum tipo de vírus da hepatite. Um índice muito alto é registrado em Tarauacá, cerca de 40% da população. Uma predominância muito grande da hepatite C”, pontua

Hoje, a partir das 8 horas da manhã, a Associação dos Portadores de Hepatites do Acre (APHAC) estará na Escola Antônia de Freitas, no bairro Santa Inês, fazendo testes rápidos de hepatites, sífilis e HIV. O atendimento será encerrado às 17 horas. (Com informações da Agência Aleac)

 

Advertisement
Continue Reading
Click to comment

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *