Governo e Hospital de Amor firmam parceria que prevê recursos para hospital

Marcelina Freire

Um importante passo para o tratamento e prevenção do câncer de mama e uterino foi dado na manha desta terça-feira, 19. O governo do estado do Acre firmou parceria para assinatura do termo de convênio com o Hospital de Amor (Unidade de Barretos no Acre). A assinatura do convênio será realizada em abril.

“Tivemos uma reunião hoje com o governador e o secretário de Saúde e firmamos a parceria que será oficializado na primeira semana de abril com a assinatura do termo. A importância desse convênio é que nós vamos poder expandir o serviço e a assistência em todo o estado do Acre”, afirmou o diretor do hospital, João Paulo Silva.

Segundo o diretor, a gestão estadual, se mostrou receptiva quanto as parcerias para o desenvolvimento das ações. “Eles foram muito receptíveis nesta parceria , o governador se colocou a disposição, quer trabalhar em parceria com Barretos para avançar os serviços tanto de prevenção, quanto de tratamento dentro do estado do Acre”, destacou Silva.

O convênio tem duração de cinco anos, nos primeiros 12 meses serão repassados pelo governo o valor de 90 mil reais mensais, a partir do segundo ano o valor passa a ser de 143 mil reais mensais. Além deste recurso, o hospital receberá do Ministério da Saúde, de acordo com a produção local, e também será contemplado com valores oriundos de leilões que acontecem com a finalidade de angariar fundos para as unidades de Barretos pelo Brasil.

“Com isso nós estaremos realizando mamografia, coleta de PCCU (preventivo do câncer de colo do útero), tanto na unidade fixa como nas carretas (unidades móveis) em todo o estado do Acre. Estaremos realizando também pequenas cirurgias como de colo uterino e de mama para retirada do câncer em estágio inicial”, explica João Paulo.

O Hospital de Amor foi inaugurado no final de novembro do ano passado. Desde a inauguração, o responsável pela  unidade vinha tentando junto ao governo da gestão passada, a assinatura do convênio, foram diversas tentativas sem sucesso. Com a promessa de assinatura do termo, Silva afirma que será possível levar atendimento a todos os municípios.

“Esse convênio veio justamente para selar essa parceria do estado com a Fundação Pio XII, para podermos levar toda essa estrutura para todos os municípios do Acre. É um grande momento e um grande ato que vai somar significativamente, a princípio, na vida das mulheres do Acre, porque a intenção é que essa unidade possa avançar no tratamento e rastreamento de outros tipos de neoplasias”. Enfatiza.

Além das duas unidades móveis que devem percorrer todo o estado, o município de Cruzeiro do Sul será completado com um mamógrafo fixo, e uma das carretas que irá realizar procedimentos de rastreamento de câncer de mama e colo uterino, percorrendo todo o vale do Juruá.