Connect with us

Economia

Governo e setor produtivo se preparam para embarcar na Rota Quadrante Rondon

Published

on

O governo do Acre, por meio da Secretaria de Estado de Indústria, Ciência e Tecnologia (Seict), dialogou na manhã desta sexta-feira (5) com os representantes do setor produtivo ligados à indústria, ao comércio e serviços. A reunião preparatória mobiliza empresários para participar do Encontro Trinacional da Integração Rota Quadrante Rondon, que ocorre nos dias 9 e 10 de julho no Sebrae/AC, em Rio Branco.

Titular da Seict, Assurbanípal Mesquita destacou o papel do Estado na articulação público-privada para viabilizar instrumentos de incentivo, financiamento e criação de condições favoráveis de mercado ao investimento. “Com o apoio do governador Gladson Cameli, nós estamos inseridos nesta tarefa de promover o desenvolvimento dos setores industrial, do comércio exterior e de serviços”, informou.

Ainda de acordo Mesquita, “esse trabalho exige diálogo constante entre as instituições envolvidas”. Para ele, a participação do empresário nos grupos de trabalho que vão apresentar as demandas de cada eixo é fundamental para a governança da rota bioceânica.

O presidente da Aleac, deputado Luiz Gonzaga, ressaltou que o parlamento acreano tem contribuído para preparar o estado para absorver uma economia criativa e sustentável. O parlamentar quer inserir a rota Acre – Ucayali no radar de investimentos do governo federal. “Novos atores como o senador Alan Rick adotaram esse debate. Temos uma rota pronta, que é a Quadrante Rondon, mas precisamos reativar as discussões para ligação via Pucallpa. O momento é positivo, com ideias inovadoras para o desenvolvimento”, acrescentou.

A presidente em exercício da Associação Comercial, Industrial, de Serviço e Agrícola do Acre (Acisa), Patricia Graciele Dossa, afirmou que é o momento de avançar em gargalos históricos, “como as questões aduaneiras”, e os entraves na logística de transportes pela rota entre Acre e Peru.

O empresário Josimar Mendes, que em 2023 importou cerca de US$ 1,2 milhões e exportou mais de US$ 3 milhões de produtos para o Peru, defendeu a redução de impostos. “O grande desafio é o Estado ver essa rota como uma possibilidade de adquirir produtos de alta qualidade com a redução de preços para o consumidor final”, observou.

A superintendente da Companhia Nacional de Abastecimento (Conab) no Acre, Alessandra Ferraz, vê a oportunidade de fazer intercâmbio para levar o programa de aquisição de compras para o Peru e a Bolívia. “É uma oportunidade de fomento da agricultura, um dos pilares do país e, ao mesmo tempo, contribuir com pessoas que estão em situação de risco alimentar”.

Advertisement

O evento ocorre nos dias 9 e 10 de julho, no Sebrae, em Rio Branco. Em Cruzeiro do Sul, o Encontro de Integração Acre – Ucayali será no dia 12 deste mês.