Galo pega gol no finalzinho e é eliminado da Copa do Brasil

MANOEL FAÇANHA

Com um gol sofrido aos 45 minutos da etapa final diante do Picos-PI, o Atlético Acreano foi eliminado na tarde desta quarta-feira (17) da próxima fase da Copa do Brasil. O resultado ocorrido no estádio Helvídio Nunes de Barros fez o clube celeste perder a chance de colocar no bolso uma cota de premiação de R$ 675 mil. 

Com o resultado, o Picos terá como próximo adversário na competição o Boavista-RJ, equipe que eliminou o Goiás, por 3 a 1. Já o Atlético-GO aguarda agora pelo fim das restrições ao combate à covid-19 para então estrear na disputa do Campeonato Acreano-2021 contra o Andirá EC.

Jogo

Necessitando da vitória para avançar na competição, o Picos pressionou muito a meta do goleiro celeste Luiz Miller. Caíque criou a primeira grande chance de gols, mas finalizou para fora. Na sequência, o time piauiense não marcou graças a uma boa defesa do goleiro atleticano, numa cabeçada à queima-roupa.

O Atlético fechou a ‘casinha’, anulou os espaços do rival e conseguiu com perfeição conter os avanços. No entanto, em uma escapada, ou outra, o Picos ameaçava. Aos 34 minutos, por exemplo, Caíque arriscou de fora da área e obrigou o goleiro Luiz Miller a fazer mais uma bela defesa.

Na etapa complementar, o filme se repetiu, com o Picos pressionando o Atlético Acreano, esse optando por uma proposta de jogo de linhas baixas na sua defensiva para assegurar o empate e avança na competição. Aos quatro minutos, Jairo Lima avançou em liberdade e chutou, Luiz Miller se esticou todo e salvou novamente o time visitante. Era ataque contra defesa.

Num lance infantil, ao apagar das luzes, o volante celeste Tragodara fez pênalti no atacante Raphael Freitas. O próprio atacante foi para a cobrança e mandou a bola na rede e garantiu a classificação do clube piauiense para a próxima fase da Copa do Brasil. 

Com a classificação ficando pelo caminho, Atlético Acreano tentou ir para o abafa, mas sem sucesso.