Galo Carijó tem dívida de US$ 3 mil perdoada na Fifa

O Atlético Acreano está livre de uma dívida de US$ 3 mil contraída junto ao clube mexicano Correcaminos UAT. Uma ação política da Federação de Futebol do Acre, junto à Confederação Brasileira de Futebol (CBF), surtiu efeito positivo e a dívida do clube celeste junto à Fifa, segundo informou a entidade futebolística acreana, foi anistiada. 

Sem dinheiro para pagar a dívida, o Atlético Acreano estava com o registro de inscrição de atletas travado no Boletim Informativo Diário (BID) da CBF.

Os valores da dívida estavam relacionados ao contrato do atacante Igor Goulart. O atleta chegou ao Galo Carijó para reforçar a equipe na temporada 2018, mas existia uma cláusula no seu antigo vínculo de trabalho com um clube mexicano que garantia à agremiação certa quantia em dólares em caso de transferência do atleta.

Com a saída de Goulart da equipe celeste, o clube mexicano acionou a Fifa para requerer os valores e, na primeira instância, foi dado ganho de causa em favor dos mexicanos. O time acreano não concordou e recorreu da sentença, mas a decisão do mérito foi desfavorável para o Atlético Acreano.

O Atlético-AC estava com o registro de inscrição de atletas travado no BID. Foto/Manoel Façanha.
O Atlético-AC estava com o registro de inscrição de atletas travado no BID. Foto/Manoel Façanha.