Deputada Alessandra intercede junto aos órgãos públicos por moradores do Cruzeirinho, em Boca do Acre

A deputada estadual Alessandra Campêlo (PSC) ocupou a tribuna da Assembleia Legislativa do Amazonas nesta terça-feira (22) para pedir a regularização fundiária da Comunidade do Cruzeirinho, em Boca do Acre.

A iniciativa tem o objetivo de beneficiar 400 famílias que trabalham no setor primário na localidade.“É uma comunidade que não tem regularização da terra, eles ocupam esse espaço há mais de 20 anos e agora estão enfrentando esse problema na Justiça por não terem a regularização da terra. Nosso gabinete vai acompanhar esse caso”, disse Alessandra.

A demanda foi trazida ao conhecimento do Parlamento por meio da vice-prefeita Luciana Melo. Segundo ela, o Cruzeirinho é uma comunidade organizada e as famílias que lá residem vivem do cultivo de frutas, verduras, hortaliças e outros produtos importantes da cadeia primária que abastecem os dois principais mercados locais.“O conflito não é apenas privado, mas sim de caráter social, pois existem em torno de 400 famílias que residem neste local e trabalham com agricultura familiar, ou seja, lá têm moradia e produzem seu próprio sustento”, explicou a vice-prefeita.

A preocupação da deputada Alessandra e da vice-prefeita Luciana é o impacto social que uma eventual reintegração de posse possa trazer ao município localizado no Sul do Amazonas. Os órgãos envolvidos serão procurados para tentar resolver o problema jurídico de forma pacífica, sem prejuízos para as 400 famílias do Cruzeirinho.

“Recebi o expediente da vice-prefeita Luciana Melo e a gente vai acompanhar junto aos órgãos públicos e à Justiça essa questão. Então quero dizer à Comunidade do Cruzeirinho que vocês não estão sozinhos e que terão apoio da deputada Alessandra e desta Casa”, concluiu a parlamentar do PSC.