Connect with us

Cotidiano

Acre estreita relações econômicas com Bolívia e Peru

Published

on

Os governos do Acre e dos departamentos de Pando (BOL) e de Madre de Dios (PER) cumpriram agenda política na última quinta-feira (21) em Cobija, cidade boliviana na fronteira com os municípios de Epitaciolândia e Brasileia, no auditório do Hospital Doutor Hernán Messutti. O fortalecimento do corredor interoceânico e a integração comercial entre o Brasil, a Bolívia e o Peru entraram na pauta.

O evento contou com a presença do governador de Pando, Regis Germán Richter; da prefeita de Cobija, Ana Lucía Reis Melena; da representante da Iniciativa para a Integração da Infraestrutura Regional Sul-Americana (IIRSA), Carina Blanco; e o representante da Câmara de Comércio Exterior de Madre de Dios, Orestes Quino Tica. O titular da Secretaria de Estado de Indústria, Ciência e Tecnologia (Seict), Assurbanípal Mesquita, representou o estado do Acre.

Encontro reuniu delegaçõs do Acre, da Bolívia e de Madre de Dios, buscando integração regional. (Foto: Clemerson Ribeiro/Anac)

Mesquita apresentou a agenda de negócios internacionais aprovada pela Câmara Técnica de Comércio Exterior – órgão ligado ao Fórum Empresarial de Inovação e Desenvolvimento – e o projeto de fortalecimento do Corredor Interoceânico, destacando o papel de inserção geoeconômica do Acre.

“A convite do governador de Pando, vamos construir novas estratégias para a integração econômica entre Acre, Bolívia e Peru. Um grupo de trabalho vai consolidar uma zona de integração fronteiriça destinada a facilitar a economia, o turismo e a cultura entre os três países para explorar melhor nosso modal terrestre e também a integração aérea entre as regiões”, informou Mesquita.

Regis Germán Richter, governador de Pando, destacou importância do grupo de trabalho na construção de alianças. (Foto: Clemerson Ribeiro/Anac)

O governador de Pando, Regis Germán Richter, lembrou o encontro com o governador do Acre, Gladson Cameli, em Cuzco, em outubro de 2022, quando os gestores firmaram acordo para estreitar as relações comerciais e turísticas entre os países. Para Richter, o grande desafio é estabelecer uma rota entre a maior floresta tropical do planeta e a mais extensa cadeia de montanhas da Terra.

“Hoje estamos marcando uma agenda de trabalho para agilizar o que já foi proposto e buscar os resultados positivos desta integração. Agradecemos a abertura que tem o governador Gladson Cameli em aceitar a participação do estado de Pando nesse fortalecimento de toda a região amazônica. Estamos muito esperançosos”, disse Richter.

O representante da Câmara de Comércio Exterior de Madre de Dios, Orestes Quino Tica, afirmou que a função política dos governadores dos três países é a de flexibilizar as exportações e importações pela interoceânica. Ele lembrou que essa rotina de comércio atualmente utiliza rotas da Argentina e do Chile com acréscimo de mais de 2 mil quilômetros.

Advertisement

“Precisamos fortalecer o nosso corredor, principalmente a partir da expectativa gerada com a inauguração do Porto de Chancay. Não podemos deixar Pando de fora. Temos o corredor até São Lourenço que pode ajudar os bolivianos. Além de legalizar este comércio entre os países, dentro dessa proposta está o fim do contrabando”, analisou Orestes.

O diretor de Assuntos Aduaneiros da ZPE, Marcos Moraes; o membro da Câmara Técnica de Comércio Exterior, Alejandro Salinas; e a empresária Anerys Salazar participaram da reunião e devem fazer parte do grupo de trabalho (GT) criado para elaborar processos de desburocratização, acompanhamento, avaliação e seguimento dos planos, programas e projetos orientados para o desenvolvimento sustentável da região de fronteira. “O objetivo, além de intercâmbio comercial e turístico, é garantir a presença do estado neste corredor que passa por municípios, províncias e distritos no âmbito da Zona de Integração Fronteiriça”, destacou Moraes.

Comitê MAP vai elaborar portifólio com produtos de exportação e infraestrutura dos países para o comércio exterior. (Foto: Clemerson Ribeiro/Anac)

Agenda trinacional – O Comitê MAP, criado com a participação de representantes do Acre, Madre de Dios e Pando, vai organizar um encontro entre os governadores das regiões, incluindo o estado de Rondônia, que tem sido um parceiro na promoção do Corredor Interoceânico, para assinalar o ponto de partida da agenda trinacional.

Uma feira com produtos dos três países deve ser realizada ainda no primeiro semestre deste ano. De acordo com pesquisa da IIRSA Sul, o PIB desses três estados centrais do corredor da BR-364 soma atualmente R$ 266 bilhões em moeda corrente.


















The post Departamento de Pando adere estratégias de fortalecimento do Corredor Interoceânico e consolidação de integração econômica com o Acre appeared first on Noticias do Acre.

Advertisement
Continue Reading
Click to comment

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *