Connect with us

Cotidiano

De acordo com CNJ 34,99% dos presos no Acre são provisórios

O levantamento do Conselho Nacional de Justiça (CNJ) divulgado na última quinta-feira, 23, mostra que 34,99% dos presos no Acre são provisórios. O número é o 19º entre os Estados, maior que o percentual registrado em Estados como São Paulo, Amazonas e Mato Grosso do Sul, por exemplo.

Published

on

O levantamento do Conselho Nacional de Justiça (CNJ) divulgado na última quinta-feira, 23, mostra que 34,99% dos presos no Acre são provisórios. O número é o 19º entre os Estados, maior que o percentual registrado em Estados como São Paulo, Amazonas e Mato Grosso do Sul, por exemplo.

De outro lado, o Acre tem o segundo menor tempo de prisão provisória do país: após detido, a pessoa passa em média 219 dias preso, tempo que só é maior que o registrado em Rondônia, de 172 dias. Os presos são liberados decorrido esse período ou recebem a sentença definitiva.

O percentual de presos provisórios por Unidade da Federação oscila entre 15% a 82%. De 27% a 69% dos presos provisórios estão custodiados há mais de 180 dias e o tempo médio da prisão provisória, no momento do levantamento, variava de 172 dias a 974 dias. Os crimes de tráfico de drogas representaram 29% dos processos que envolvem réus presos; crime de roubo, 26%; homicídio, 13%; crimes previstos no Estatuto do Desarmamento, 8%; furto, 7%; e receptação, 4%.

Continue Reading
Click to comment

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *