No Acre, custos diminuem aproximadamente 10% entre agosto e novembro, diz Fecomércio

Carne bovina continua como o item de maior valor, muito embora sejam observados redução de 20,93% do mês de novembro.

Segundo dados divulgados pela Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo do Estado do Acre (Fecomércio-AC), entre agosto e novembro, o custo da cesta básica de alimentos na capital acreana sofreu redução de aproximadamente 10%, atingindo preço médio de R$ 590,26. O estudo foi realizado em quatro supermercados locais, cotados no último dia 3 de novembro.

Para o levantamento, foi utilizado como base preços proporcionais às quantidades unitárias de quinze produtos para provisão alimentar de uma família com três pessoas adultas, ou duas adultas e duas crianças, e com renda média de até R$ 2 mil.

A carne bovina continua como o item de maior valor, muito embora sejam observados redução de 20,93% do mês de novembro (R$ 37,08 por quilo) em relação ao mês de outubro; assim como, de 20,95% do mês de novembro em relação ao mês de agosto.

De acordo com o assessor da presidência da Fecomércio-AC, Egídio Garó, este aspecto de redução impacta a liquidez do orçamento doméstico da população de baixa renda em Rio Branco/AC. “O estudo ressalta também que o custo médio da cesta básica de alimentos, em novembro/2022, possibilita um ganho para o consumidor de aproximadamente 14,75% (R$87,09), bastando intensificar a procura dos produtos elencados entre os supermercados locais”, finalizou.