Boca do Acre já recebeu mais de 7 milhões do Governo Federal para enfrentamento da pandemia e enchente

AGOSTINHO ALVES

O Poder Executivo de Boca do Acre não pode se queixar que não recebeu recursos para o enfretamento das situações de emergência e calamidade. Por conta da pandemia e da cheia de 2021, os cofres do município foram abastecidos de maneira significativa, e só com recursos oriundos da União, foram mais de 7 milhões, em menos de um ano.

É importante destacar que que não se trata de dinheiro com promessa de chegar, pois conforme a informação coletada diretamente no Portal da Transparência do Governo Federal, o montante já foi creditado na conta da Prefeitura de Boca do Acre.

Só para o enfrentamento da pandemia provocada pela Covid-19, o site do Governo Federal afirma que Boca do Acre recebeu o auxílio emergencial de 4,1 milhões, mais precisamente R$ 4.192.704,20 (quatro milhões, cento e noventa e dois mil, setecentos e quatro reais e vinte centavos). A grana foi enviada ao município em 2020, o estilo fundo a fundo.

Além dos mais de 4 milhões de reais repassados aos cofres município, outra transferência para Boca do Acre, de menor vulto, aconteceu, também na área da Saúde, por conta do mesmo motivo: ações de combate à Covid-19. Sobre esse novo repasse, Boca do Acre recebeu R$ 817.454,00 (oitocentos e dezessete mil, quatrocentos e cinquenta e quatro reais, também enviados fundo a fundo.

Outros recursos na área da Saúde
• INCENTIVO FINANCEIRO AOS ESTADOS, DISTRITO FEDERAL E MUNICIPIOS PARA A VIGILANCIA EM SAUDE: R$ 82.779,31;
• ENFRENTAMENTO DA EMERGENCIA DE SAUDE PUBLICA DE IMPORTANCIA INTERNACIONAL DECORRENTE DO CORONAVIRUS: R$ 60.000,00;
• INCENTIVO FINANCEIRO AOS ESTADOS, DISTRITO FEDERAL E MUNICIPIOS PARA A VIGILANCIA EM SAUDE: R$ 31.259,77

Enchente
A Secretaria Nacional de Defesa Civil depositou na conta do município de Boca do Acre, no dia 23 de março, o valor para que o município possa combater os efeitos da cheia de 2021, que assolou grande parte da zona urbana e atingiu com força a zona rural.

O extrato do depósito, enviado pelo deputado federal Átila Lins, mostra que Boca do Acre foi agraciado com R$ 2.968.104,00 (dois milhões, novecentos e sessenta e oito mil e cento e quatro reais), que deverão ser destinados para a aquisição de cestas básicas e outras formas de ajuda humanitária.

Fiscalização
O vereador Jansen Almeida disse que vai acompanhar de perto a aplicação dos recursos, exigindo inicialmente o planejamento da Defesa Civil e da Secretaria de Assistência Social.