Ações do governo contribuíram com avanço do Acre no Ranking de Competitividade dos Estados

O Acre melhorou duas posições no Ranking de Competitividade dos Estados, que este ano chegou à 11ª edição. Na avaliação, feita pelo Centro de Liderança Política (CLP), foram registrados avanços em 21 dos 86 itens analisados.

Houve destaque para a segurança pública, potencial de mercado, eficiência da máquina pública e sustentabilidade social, indicadores mais bem classificados do Acre, que fizeram o estado saltar da 26ª para 24ª colocação.

Acre saltou da 26ª para 24ª colocação do Ranking de Competitividade dos Estados. Foto: Marcos Vicentti/Secom

As políticas públicas executadas na atual gestão contribuíram com os resultados positivos alcançados em várias áreas. Na segurança pública, os investimentos e ações do Estado foram fundamentais para a drástica redução no número de mortes violentas. Assim como a solidez fiscal, por meio do pagamento de mais de R$ 6 bilhões em dívidas retroativas e retorno dos gastos com pagamento de pessoal para percentuais abaixo do limite prudencial.

De acordo com o governad0r Gladson Cameli, a meta é seguir implementando novas ações para que o estado se torne ainda mais competitivo nos próximos anos.

Governador Gladson Cameli garantiu continuidade de ações do Estado para que o Acre se torne ainda mais competitivo nos próximos anos. Foto: Marcos Vicentti/Secom

“O Acre ocupou o último lugar no ranking de competitividade por vários anos consecutivos. Uma de nossas promessas foi melhorar os índices e, com muito trabalho, estamos mudando essa realidade. Sabemos que precisamos fazer muito mais e estamos empenhados para que o nosso estado ofereça novas oportunidades a todos”, afirmou o governador Gladson Cameli.