Zona Azul é causa de amor e ódio

Só quem já precisou estacionar no Centro de Rio Branco e conseguiu, antes da implantação da Zona Azul, sabe o que é perrengue. O sistema vai completar cinco anos e ainda gera receio por parte dos motoristas acreanos.

Para quem já está familiarizado, bastam alguns cliques no próprio celular para garantir a vaga, sem qualquer transtorno. Mas, se não tem acesso ao app, basta algumas moedas e utilizar o parquímetro.

Mas, ainda há aquelas pessoas que insistem em deixar algum flanelinha vigiando o carango. Eles são personagens que nunca saíram de cena. Mesmo quando o projeto da Zona Azul previa que eles seriam capacitados e atuariam junto com o sistema. Se isso ocorre de fato é uma incógnita.

Há quem defenda e há quem ataque. Uma verdadeira relação de amor e ódio. Mas, é inevitável constatar que hoje é possível estacionar no Centro até mesmo nos horários de pico. Atualmente, o sistema já opera em 32 ruas da cidade.