Violência contra mulher

Mais de 1.000 inquéritos abertos em 2019 em Rio Branco. Motivo? Violência contra mulher. O número representa um aumento de 12% em relação ao mesmo período do ano passado.

São crimes de ameaça, lesão corporal, vias de fato, injúria, perturbação da tranquilidade, estupro de vulneráveis, descumprimento de medidas, dano, furto, difamação, tentativa de estupro, calúnia, violação de domicílio, tentativa de homicídio, roubo, homicídio e outros.

Os números mostram que as mulheres estão mais encorajadas a denunciar essas situação que não devem ser consideradas corriqueiras. A Lei Maria da Penha (Lei nº 11.340/2006) é a principal legislação brasileira para enfrentar a violência contra a mulher.

Além da Lei Maria da Penha, a Lei do Feminicídio, sancionada pela presidenta Dilma Rousseff em 2015, colocou a morte de mulheres no rol de crimes hediondos e diminuiu a tolerância nesses casos.

Mulheres não se acovardem. Denuncie!