Usina de Artes João Donato recebe a peça ‘Depois da Dora’, escrita por Nolram Rocha

'Depois de Dora', escrita por Nolram Rocha terá apresentação às 19h30 e entrada será gratuita.

Os acreanos amantes de peças teatrais vão ter a oportunidade, entre os dias 3 e 19 de junho na Usina de Artes João Donato, para assistir a peça ‘Depois de Dora’, escrita por Nolram Rocha. A apresentação terá às 19h30 e terá entrada gratuita.

O texto da peça é uma sucessão de escolhas desmedidas no cotidiano podem resultar em erros irreversíveis dos quais nenhum de nós está isento, nem mesmo o mais inocente dos homens. Por caminhos internos e tortuosos descobriremos o que levou as personagens a “Depois de Dora”.

O texto sugere reflexões sobre a morte física e a morte em vida, compartilhando experiências e ressignificando a existência humana em tempos líquidos. Somos nós que vemos o tempo passar ou é ele, o tempo, que nos assiste?.

Depois de Dora escrita por Nolram Rocha e financiado pela Lei Aldir Blanc, com apoio institucional da Prefeitura de Rio Branco, por meio da Fundação Garibaldi Brasil (FGB) começa sua temporada de apresentações no dia 03 de Junho às 19:30 e segue toda quinta, sábado e domingo (05, 06, 10, 12, 13, 17 e 19) na Usina de Artes João Donato com entrada gratuita.

Ficha técnica

Dramaturgia e Direção Geral: Nolram Rocha
Elenco:
Beatriz de Paulo
Bel Gabs
Elias Silva
Hysnaip Moura
Jaqueline Chagas
Jhony Carvalho
Lonara Teixeira
Netty França

Arte Gráfica: Mr. Silva
Assistência de direção: Eduardo Paiva
Direção de cena e contrarregragem: Beatriz de Paulo, Eduardo Paiva e Elias Silva
Direção musical e Sonoplastia: Gustavo Leles e João Gabriel Fonseca
Fotografia: Mag Araújo
Iluminação: Jaqueline Chagas
Apoio na operação de luz: Henrique Queiroz
Músicos: Giovanna Massoco, Lonara Teixeira (Violão) e Eduardo Bibiano (Piano)
Operação de som: Henrique Queiroz
Produção: Jaqueline Chagas
Suporte de produção: Nolram Rocha
Canções originais:
“Fiel soldado” – Compositor: Nolram Rocha / Arranjo: Banda Laika (SP) e João Gabriel
Fonseca
“Tristeza” – Gustavo Leles e João Gabriel Fonseca

Apoio: Funerária São João Batista

Financiado pela Lei Aldir Blanc, com apoio institucional da Prefeitura de Rio Branco, por meio da Fundação Garibaldi Brasil (FGB)