Estudantes da Escola Djalma Teles conhecem o Bope

Promover a integração entre a comunidade e instituições de segurança pública. Esse é um dos objetivos do Projeto Profissões da Segurança, que nesta sexta-feira, 24, promoveu a visita dos estudantes do sexto ano da Escola Djalma Teles, em Rio Branco, às instalações do Batalhão de Operações Especiais da Polícia Militar (Bope).

A iniciativa é realizada pelo Departamento de Policiamento Escolar, vinculado à Coordenadoria de Polícia Comunitária da PM. À tarde, turmas da Escola Josué Fernandes também visitaram o posto policial da Polícia Rodoviária Federal, na BR-364.

Para Camila da Silva, 17 anos, a experiência foi positiva. “Meu sonho é ser delegada, e estar aqui hoje me aproximou desse sonho. Pude ver de perto como funciona o trabalho dos policiais, o que me deixou muito feliz.”

O projeto proporciona aos estudantes visitas às unidades e instituições que compõem o Sistema Integrado de Segurança Pública (Sisp), para acompanhar a rotina de trabalho dos profissionais e manter contato direto com o operacional permanente a cada área de atuação.

“Nossa proposta é mostrar à sociedade os lados de parceria da Polícia Militar, que é amiga da comunidade. Ao mesmo tempo, propiciamos aos estudantes que almejam uma carreira como agentes das forças de segurança conhecimentos específicos sobre o nosso trabalho”, salientou o tenente Rui da Silva Costa.

Segundo o diretor da Djalma Teles, José Claudio Silva, a experiência gerou mais informação. “Há muita distorção sobre a função dos policiais, como se eles fossem apenas agentes de repressão. A visita ao Bope demonstrou que, na verdade, a polícia é parceira da comunidade.”

alunos bope1