Familiares de jovens mortos na 364 protestam no MPAC

Parentes e amigos dos jovens Israel Filgueira e Gilson Teixeira, mortos no dia 19 de abril vítimas de um acidente de trânsito na BR 364, se reuniram na manhã de terça-feira, 29, em frente ao Ministério Público Estadual (MP/AC) para pedir justiça.

Os familiares pediram que o motorista da caminhonete que colidiu contra a motocicleta dos jovens seja preso, e possa responder por crime doloso (quando se assume o risco de matar). No dia do ocorrido a policia rodoviária federal informou que o condutor do veículo trafegava na contra mão.

A amiga de Gilson Teixeira Cristiane Rodrigues disse que há vários indícios de que o motoristas estava dirigindo em estado embriaguez além de trafegar na contramão no momento da colisão.

“Temos provas da população que ele estava com sinal de embriaguez e que se recusou a fazer o teste do bafômetro. Além disso, ele passou um bom tempo andando na contramão, tanto que pegou eles em cheio” afirma a amiga.

“Não quero que meu filho vire estatística. Sempre que via essas atrocidades, tentava me colocar no lugar das mães. Mas, nunca pensei que hoje eu estaria aqui pedindo por justiça, porque a lei não funciona nesse país e se funciona é pra poucos. Ele bebeu, assumiu o risco de matar dois jovens que estava começando a vida” disse a mãe do jovem Israel de Araújo.

protesto002