Escola Solar Kids realiza Feira das Nações e de Literatura

Projeto visa incentivar o hábito da leitura e assim desenvolver a capacidade crítica dos estudantes

Estudantes de 1 ano e 6 meses a 9 anos de idade da Escola Solar Kids participaram na sexta-feira (29) dos projetos educacionais de Literatura e das sobre as Nações. Os alunos se caracterizaram de acordos com as histórias infantis representadas por eles e com países que estão participando da Copa do Mundo da Rússia.

O projeto de Literatura vem sendo desenvolvido desde o início do ano, e visa incentivar para que as crianças tenham contato com livros desde cedo através das histórias contadas nestes. A coordenadora pedagógica, Priscila Couto, falou sobre a importância do projeto de Literatura para as crianças.

“A Feira de Literatura é uma viagem pelo mundo da leitura, são para as crianças da educação infantil de 1 ano e seis meses a 5 anos. Esse projeto vem sendo elaborado desde o início do ano, é um projeto que as crianças tem contato com o livro. Hoje eles se caracterizaram, e envolve tanto as crianças como os pais que ajudaram na culminância do projeto”, disse.

Para Lorena Torres, mãe da pequena Sarah Mariá de 2 anos de idade, o incentivo da escola para que as crianças tenham acesso aos livros é de fundamental importância para o aprendizado delas.

“Acho de suma importância esse incentivo da escola a leitura, vivemos em um mundo totalmente tecnológico onde as crianças estão tendo acesso muito cedo a computador e celular e deixando de lado os livros, então é um resgate de uma cultura e uma educação que na minha opinião é de suma importância”, destacou.

{gallery}fotos/2018/06-junho/30062018/galeria_solarkids:::0:0{/gallery}

Feira das Nações traz um pouco de cada país

O projeto voltado para as crianças do ensino fundamental trouxe para dentro da escola um pouco das cores, sabores e características e a cultura dos países que participam da copa do mundo 2018.

“A Feira das Nações é um projeto onde eles estão trabalhando a cultura de das nações, nós aproveitamos a copa do mundo, fizemos a abertura da copa e demos seguimento a esse projeto, a conclusão deles é com a feira, eles estão mostrando os costumes dos países”, explicou Priscila.

O aluno Samuel Araújo do 5º ano, estava empolgado explicando os hábitos alimentares dos franceses e espanhóis. “A comida cultural da Espanha é o churros e a França é o croissant. Temos aqui de queijo e presunto e frango. A capital da França é Paris”, comenta empolgado.

A professora do terceiro ano, Daniele Souza, disse que os alunos se envolvem bastante durante a preparação do projeto. “Estamos trabalhando há mais ou menos um mês com eles mostrando as características dos lugares e eles se envolveram bastante, conseguiram as roupas para vir caracterizados”, conta a educadora.

O aluno Amim João, 8 anos, é descendente de marroquino ele conta que ficou feliz em poder mostrar um pouco do país da sua mãe. “Gostei muito da feira, gostei de servir as pessoas”. Quando perguntando se ele tinha gostado de ver um pouco da cultura do país de origem da sua mãe ele respondeu com um sonoro e sorridente “sim”.