Bolsonaro nomeia Temer e indica comitiva de missão ao Líbano

O presidente Jair Bolsonaro oficializou nesta segunda-feira, dia 10, a nomeação do ex-presidente Michel Temer (MDB) como integrante da missão oficial que levará auxílio humanitário ao Líbano, por causa da explosão no porto de Beirute. A nomeação por decreto é um ato prévio para Temer obter aval do Judiciário e poder liderar a missão brasileira.

A tragédia, ainda investigada,  levou à queda do governo local, com renúncia do premiê Hassan Diab e ministros. O país conta mais de 160 mortos, cerca de 6 mil feridos e mais de 300 mil desabrigados. A explosão ainda deixou desaparecidos. 

De origem libanesa, o ex-presidente Temer é réu em ações decorrentes de investigação por corrupção na Justiça Federal do Rio. Ele chegou a ser preso por ordem do juiz Marcelo Brêtas, que já o autorizou a deixar o País para dar palestras na Europa, em outras ocasiões.

Michel Temer e o presidente Jair Bolsonaro, em evento em 2018, no Rio de Janeiro
Michel Temer e o presidente Jair Bolsonaro, em evento em 2018, no Rio de Janeiro  Foto: WILTON JUNIOR/ESTADAO

Politicamente mais próximo e atuando como conselheiro informal de Bolsonaro, Temer vai liderar a missão oficial brasileira, ao lado de parlamentares, empresários e diplomatas e autoridades do Palácio do Planalto. Ele se disse honrado com o convite de Bolsonaro.

Conforme decreto presidencial, a missão deverá ser realizada entre quarta-feira, dia 12, e sábado, dia 15. A previsão é que um cargueiro KC-390 da Força Aérea Brasileira decole 5,5 toneladas com mantimentos, insumos, medicamentos e equipamentos hospitalares do Aeroporto Internacional de Guarulhos, em São Paulo.

São cerca de 300 respiradores e 100 mil máscaras cirúrgicas. Médicos também serão enviados como uma equipe multidisciplinar. O material foi doado pelo governo e pela comunidade libanesa no País, tida como a maior do mundo, com 10 milhões de descendentes de libaneses.

Além de Temer, compõem a comitiva o senador Nelsinho Trad (PSD-MS), presidente da Comissão de Relações Exteriores do Senado, e o suplente Luiz Pastore (MDB-ES), o almirante Flávio Viana Rocha, chefe da Secretaria de Assuntos Estratégicos da Presidência, o embaixador Kenneth da Nóbrega, secretário de Negociações Bilaterais no Oriente Médio, Europa e África do Itamaraty e o general de Brigada Carlos Augusto Fecury Sydrião Ferreira, representante do Exército.

Outros integrantes da delegação brasileira são o presidente da Federação das Indústrias do Estado de São Paulo (FIESP), Paulo Skaf, o marqueteiro de Temer, Elsinho Mouco. Também compõem a comitiva Michael Pereira Flores, Ronaldo da Silva Fernandes, Luciano Ferreira da Sousa, Sebastião Ruiz Silveira Junior e Marcelo Ribeiro Haddad.

estadao

Em missão na Alemanha, prefeita Fernanda Hassem busca investimentos para o município

A Prefeita Fernanda Hassem está representando o município de Brasileia na Alemanha, participando de uma missão com outras prefeitas brasileiras, por meio do Instituto Alziras. Resultado de uma parceria com a Embaixada da Alemanha e o Instituto Clima e Sociedade.

Na Alemanha, Fernanda Hassem será uma das 7 prefeitas representantes do Instituto Alziras e da Confederação Nacional dos Municípios (CNM), em uma missão para fortalecer lideranças políticas femininas e aproximar gestoras brasileiras e alemãs de políticas públicas municipais alinhadas com os compromissos assumidos pelo Brasil no Acordo de Paris, integrando na prática temas como gênero, cidades e clima.

Dentre as várias agendas, as prefeitas tiveram a oportunidade de participar de uma reunião com a Ministra do Meio Ambiente, Sra. Svenja Schulze, sobre a importância das iniciativas locais de preservação ambiental e do protagonismo de lideranças femininas em uma rede global.·.

Além da Prefeita Fernanda Hassem, foram convidadas para a missão as prefeitas, Anna Lorena, de Monteiro, na Paraíba; Cintia Ribeiro, de Palmas, em Tocantins; Sisi Blind, de São Cristovão do Sul, em Santa Catarina; Tânia Terezinha da Silva, de Dois Irmãos, no Rio Grande do Sul; e Pauline Pereira, de Campo Alegre, em Alagoas.

Sem fins lucrativos, Instituto Alziras tem o objetivo de contribuir para o aumento da representação feminina na política por meio do fortalecimento de mandatos e candidaturas de mulheres no Brasil.

Para a Prefeita Fernanda Hassem essa é uma oportunidade ímpar, de poder levar o nome de Brasileia para fora do país. “Estou apresentando dados sobre os impactos ambientais causados pelas enchentes em Brasileia nos anos 2012 e 2015, e desta forma pleiteando um possível pacto financeiro para investimentos no município, tendo em vista que a Alemanha financia alguns estados brasileiros nessas problemáticas”, destacou Fernanda Hassem.

A missão foi um convite feito pela Embaixada, sendo que os gastos com passagens e hospedagem estão sendo custeados pela Embaixada da Alemanha.

fernanda2