Projeto ‘Nossa Energia’ roda o interior do AC de caminhão

Durante o percurso, a Energisa substitui lâmpadas, presta orientações sobre consumo consciente e dá dicas de segurança à população.

Orientações sobre redução de consumo e troca de equipamentos são algumas das atividades realizadas pelo projeto “Nossa Energia”, que é parte do Programa de Eficiência Energética da Energisa Acre e regulado pela Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel).

As primeiras ações do ano levaram o caminhão para os municípios de Sena Madureira e Plácido de Castro. O veículo carrega e sustenta a estrutura de atendimento ao público no decorrer da viagem. Na quinta (28) e na sexta-feira (29) agora, é a vez de Brasileia.

A equipe do Nossa Energia embarca no caminhão e roda o Acre substituindo lâmpadas, prestando orientações sobre consumo consciente e dando dicas de segurança. (Foto: Divulgação)

Em seguida, a prestação do serviço se estende de 1 e 3 de abril em Tarauacá. Nos dias 4 e 5, a equipe de trabalho do “Nossa Energia” desembarca no pátio do Ginásio Poliesportivo Jader Machado, na capital do Vale do Juruá – Cruzeiro do Sul.

O projeto ainda passa por Mâncio Lima, no dia 8, e chega a Rodrigues Alves no dia 9. A programação do mês de abril se encerra no dia 27 com um novo atendimento aos moradores de Brasileia.

Como funciona?

Durante o percurso, a Energisa substitui lâmpadas, presta orientações sobre consumo consciente e dá dicas de segurança à população.

“A troca das lâmpadas convencionais pela tecnologia led, que são modernas e econômicas, proporciona redução do consumo de energia. É mais uma iniciativa da Energisa para estar próxima da população”, comenta a analista de Eficiência Energética, Daya Campos.

Do início do projeto em 2019 até hoje, milhares de clientes já foram contemplados. Para aderir ao programa, a família precisa cumprir certos requisitos:

  • Cadastro na modalidade de Tarifa Social de Energia Elétrica (TSEE);
  • Possuir acesso à rede de energia;
  • Estar em dias com a conta do mês;
  • Morar em bairros ou comunidades em situação de vulnerabilidade socioeconômica;
  • Apresentar equipamentos antigos para serem substituídos, como lâmpadas e geladeiras.

Antes da pandemia afetar as ações, o Caminhão Nossa Energia visitou os 18 municípios acreanos que são transitáveis por terra.

Moradores de Mâncio Lima, no interior do Acre, ficam mais de 8 horas sem energia elétrica

Um apagão de energia elétrica, em Mâncio Lima, interior do Acre, deixou os moradores por mais de 8 horas no escuro e, além de uma noite de muito calor, os consumidores reclamam que tiveram prejuízos com o apagão. A queda no sistema da Eletrobras ocorreu por volta de meia-noite de sábado (5) e só foi restabelecido às 8h.

O apagão afetou praticamente todos os bairros da cidade e, assim que as luzes se apagaram, os moradores começaram a ligar para os números da Eletrobras à procura de informações, pois não houve nenhum aviso prévio por parte da empresa que o fornecimento seria suspenso. No entanto, não tiveram explicações para o ocorrido.

O fornecimento de energia para o município só foi reativado às 8h15 de sábado. Os moradores reclamaram ainda que o apagão aumenta o risco de doenças como a malária e a dengue, já que a ação dos mosquitos que transmitem essas doenças se torna mais intensa em noite de escuridão.

O gerente da Eletrobras na região, Marcos Cavalcante, informou que um galho de árvore que caiu sobre a rede de energia no Centro da cidade provocou o apagão. Segundo ele, a empresa só tomou conhecimento às 5h12, quando foi registrada a ocorrência. Segundo Cavalcante, logo que teve conhecimento, uma equipe de plantão foi para o local e teve que cortar os galhos para resolveu o problema.

Para economizar no fim de ano, Mâncio Lima fará recesso longo

A crise econômica vem assolando fortemente as prefeituras de todo o Estado e obrigando os gestores municipais a fazerem uma verdadeira ginástica para poderem fechar as contas de fim de ano. Agora é a prefeitura de Mâncio Lima que vai fazer um recesso de fim de ano na tentativa de economizar recursos financeiros e fechar as contas públicas.

Conforme consta no Decreto Nº.123/2018 as atividades administrativas (serviços) da prefeitura de Mâncio Lima estarão suspensas no período de 21 de dezembro de 2018 a 06 de janeiro de 2019. Com isso, os trabalhadores estarão de “férias” por 16 dias seguidos.

Mas nem todos os servidores vão ter essa folga, pois os serviços essenciais de saúde, limpeza pública, proteção à criança e ao adolescente, bem como outros serviços de emergência ficarão a critério da Administração Municipal.

O principal argumento da prefeitura é a necessidade de manter o equilíbrio entre a receita despesa e contribuir para o fechamento do Balanço Orçamentário Anual. O recesso administrativo proporciona diminuição das despesas de custeio, com a redução de demanda das atividades no período natalino e das festas de fim de ano.

Adolescente de 15 anos é morta com tiro quando saía de escola no interior do Acre

Menor de 16 anos foi apreendida e três jovens foram presos por envolvimento no crime que ocorreu em Mâncio Lima

A adolescente Naiara Ferreira da Silva, 15 de anos, foi morta com um tiro quando saía da escola Antônio de Oliveira Dantas, em Mâncio Lima (AC), nesta quarta-feira (21). Colegas de sala relataram à polícia que um casal em uma moto preta atirou na garota.

A adolescente chegou a ser socorrida, mas morreu ao chegar no hospital. O tiro atingiu o pulmão da estudante.

Uma jovem de 16 anos foi apreendida suspeita de ter feito o disparo e outros três rapazes foram presos acusados de participação no crime.

O tenente da Polícia Militar da cidade, Antista Batista, contou como o crime ocorreu. “A menor é suspeita de ter apertado o gatilho e os outros três suspeitos de envolvimento no crime. Um deles ficou em frente à escola monitorando a saída da vítima, outro pilotou a moto com a autora na garupa. Tudo leva a crer que vítima e suspeitos são de facção”, afirmou.

A polícia conseguiu chegar aos suspeitos com a ajuda de câmeras de segurança.

“Pegamos imagens de uma câmera de monitoramento de uma residência, identificamos e chegamos à moto usada no crime. Depois, chegamos a estes quatro suspeitos de envolvimento. Todos negam participação, mas encontramos a moto, as roupas que eles vestiam. Cabe agora ao delegado investigar para esclarecer a participação de cada um dos suspeitos”, acrescentou o tenente.

Os suspeitos foram encaminhados à delegacia de Polícia de Cruzeiro do Sul, onde será instaurado o inquérito para apurar a real motivação do crime.

Em Mâncio Lima, quase 200 atendimentos são realizados no encerramento da Campanha Outubro Rosa

Dentro os serviços ofertados estavam: avaliação odontológica, triagem, vacinação, testes rápidos para hepatites B e C, HIV/sífilis e atendimento nutricional

Quase 200 atendimentos foram realizados durante o encerramento da campanha Outubro Rosa no município de Mâncio Lima, interior do Acre. O encerramento ocorre nesta quarta-feira (31) e o objetivo da ação foi chamar atenção das mulheres quanto a importância da luta contra o câncer de mama e colo do útero.

A coordenação de Atenção Básica de Saúde da Secretaria Municipal da cidade organizou um dia inteiro de atendimentos na Unidade de Saúde Raimundo Vidal.

“Os atendimentos foram feitos na unidade de saúde. O objetivo foi chamar tenção das mulheres em relação ao câncer de mama, mas também estamos oferecendo outros tipos de atendimentos como a avaliação odontológica, triagem, vacinação, testes rápidos para hepatites B e C, HIV/sífilis e atendimento nutricional”, disse Marinês odrigues, coordenadora de Atenção Básica.

Marinês falou que a cidade ainda não fechou dados das ações que ocorreram durante todo o mês.

“Nas unidades trabalhamos com o SUS [Sistema Único de Saúde] e os dados são repassados diariamente. Ainda não fechamos o relatório, mas acreditamos que tivemos uma campanha muito participativa. Agradecemos o emprenho de nossas equipes de profissionais pelo engajamento e dedicação”, acrescentou a coordenadora.

A campanha Outubro Rosa ocorre anualmente em todo o país. As cidades usam a ação para estimular as mulheres a fazerem exames que possam ajudar a detectar as principais doenças que afetam as mulheres brasileiras.

Com 154 casos notificados, prefeitura intensifica ações para evitar surto de dengue no interior do Acre

De acordo com a Secretaria notificações dos casos de dengue em Mâncio Lima aumentaram a partir de agosto deste ano

Em Mâncio Lima, no interior do Acre, a prefeitura intensificou as ações de combate à dengue para evitar o aumento no número de casos da doença. Este ano já foram feitas 154 notificações, fora os casos não foram atendidos no próprio município, pois os pacientes se deslocaram para Cruzeiro do Sul, a 32 quilômetros, para realizar os exames.

As notificações dos casos de dengue em Mâncio Lima aumentaram a partir de agosto deste ano. Só no bairro Guanrany, de agosto até o fim de outubro, 45 pessoas procuraram a unidade de saúde com sintomas da doença. No bairro São Vidal foram 23 notificações e no bairro São Francisco 51 pacientes tiveram que fazer o exame.

A maioria ainda está sendo investigada e até agora, de acordo com a Secretaria Municipal de Saúde, foram confirmados 35 casos. No entanto, esse número não representa a situação real dos casos de dengue em Mâncio Lima, pois, o município não dispõe de laboratório para realizar o diagnóstico e muitos pacientes preferem procurar atendimento em Cruzeiro do Sul.

Diante desse quadro, a prefeitura intensificou as ações de controle da doença. Durante esta semana, a Secretaria de Saúde iniciou um mutirão e conta com o apoio de alunos, professores, agentes comunitários de saúde para visitar as casas e orientar a população. As equipes realizam palestras em escolas, fazem a borrifação vetorial e coletam material dos pacientes que estão com sintomas para providenciar os exames laboratoriais.

De acordo com a secretária de saúde, Joice Gonçalves, na maioria das casas de alguns bairros, o vetor é encontrado nos reservatórios de água.

“A gente encontra muito pouco foco fora dos domicílios. Geralmente são dentro dos tanques que as pessoas armazenam água. Nas visitas nos quintais confirmamos que, dificilmente um foco é encontrado fora da casa. E a gente orienta as pessoas informando que o foco está ali e pede que limpe os reservatórios, e não é só lavar o tanque. Tem que trocar a água, limpar com água sanitária e não deixar o tanque sujo”, alerta a secretária.

Joice diz que muitas pessoas resistem em tomar as medidas necessárias para evitar a reprodução do mosquito. Por conta disso, a prefeitura já procurou o Ministério Público para pedir apoio para tomar providências com os moradores que não atendem as recomendações dos agentes.

“Já fui ao Ministério Público e conversamos com a promotora e colocamos essa questão”, afirmou Joice.

Em protesto, moradores bloqueiam rodovia por mais de 3 horas no interior do Acre

Tráfego só foi liberado depois que o prefeito assinou um documento se comprometendo a atender as solicitações. Ruas estão esburacadas e cheias de mato

Famílias do Bairro Cobal, em Mâncio Lima, no interior do Acre, bloquearam a estrada de acesso à cidade, durante a manhã desta terça-feira (4), para exigir a limpeza do mato e serviços de recuperação das ruas do bairro.

Por conta do protesto, a entrada e saída de carros ficou interditada por mais de três horas. A pista só foi liberada depois da garantia, por parte da prefeitura, que máquinas e servidores iniciariam os trabalhos ainda na tarde desta terça.

A manifestação dos moradores teve início às 6h por um grupo de 25 famílias que fizeram uma barricada com galhos de árvores e pedaços de madeira na BR-364,logo na chegada da zona urbana do município, para impedir a passagem de carros. Muitos motoristas ficaram presos no protesto.

A via só foi liberada às 9h30. Os moradores afirmam as vias estão cobertas de mato e com muitos buracos.

“Faz muito tempo que está desse jeito, não passa carro e é ruim para as nossas crianças. Queremos que seja feita a limpeza do mato e a recuperação das ruas que estão muito esburacadas”, disse o líder comunitário José Ocivaldo Ribeiro, responsável pelo protesto.

O prefeito Isaac Lima se reuniu com representantes dos moradores e garantiu que os serviços para atender as reivindicações teriam início ainda na tarde desta terça.

“São apenas duas ruas, que não dão 200 metros cada, e, devido a demanda de serviços com a recuperação de ramais, nossas máquinas estavam ocupadas. Mas, já conversei com os moradores e vamos mandar as máquinas para resolver o problema”, garantiu Lima.

Os moradores só liberaram o tráfego depois que o prefeito assinou um documento se comprometendo em atender as solicitações.