Anvisa aprova armazenamento de vacina da Pfizer em temperaturas mais altas para facilitar logística

 Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária) autorizou o armazenamento da vacina da Pfizer contra a Covid-19 em temperaturas mais altas do que originalmente previsto, a pedido do laboratório, para facilitar a logísitica de transporte do imunizante.

Será acrescentado na bula, segundo a agência reguladora, que “alternativamente, os frascos fechados podem ser armazenados e transportados entre -25 °C a -15 °C por um período único de até 2 semanas e podem retornar a -90 °C a -60 °C”.

A Anvisa disse que já constava na bula que a vacina deveria ser mantida no congelador a uma temperatura entre -90 °C e -60 °C e que, uma vez retirada do congelador, a vacina fechada poderia ser armazenada por até cinco dias em temperatura entre 2 °C e 8 °C.

“Estudos de estabilidade apresentados comprovam que a vacina mantém suas características de qualidade nas novas condições de temperatura. As novas indicações foram avaliadas a pedido do laboratório”, disse em nota a agência reguladora.

Os novos limites de conservação não alteram o período de validade total do produto, que é de seis meses. As demais orientações de conservação e armazenamento da vacina não foram modificadas.

“Essa nova autorização para o armazenamento de nossa vacina contra a Covid-19 contribuirá para a logística de vacinação com o imunizante em um país de dimensões continentais como o Brasil”, disse em comunicado Márjori Dulcine, diretora médica da Pfizer Brasil.

O governo brasileiro está negociando com a Pfizer a compra de mais de 100 milhões de doses até o final deste ano, totalizando 200 milhões de unidades a serem adquiridas da farmacêutica. O anúncio foi feito pelo ministro das Comunicações, Fábio Faria, em uma rede social.

“A negociação começou há cerca de 20 dias e a pasta busca dar celeridade ao processo”, escreveu o ministro.

Na semana passada, o ministro da Saúde, Marcelo Queiroga, anunciou que a Pfizer antecipará 2 milhões de doses, elevando o total de imunizantes fornecidos pela fabricante para 15,5 milhões até junho.

folha

Ifac abre inscrições para curso de especialização em Logística Empresarial

O Instituto Federal do Acre (Ifac) está com inscrições abertas para o curso de especialização em Logística Empresarial. Ao todo, estão sendo ofertadas 30 vagas, que são destinadas a profissionais que já tenham formação superior em Administração, Contabilidade, Finanças, Economia, Tecnologia em Logística e áreas afins.

As inscrições seguem até o dia 02 de dezembro e devem ser realizadas pelo site https://selecoes.ifac.edu.br/. Além das informações que deverão ser fornecidas pelo candidato junto ao sistema online de seleção, os interessados deverão apresentar ainda formulário com dados pessoais, opção de vaga, escolaridade, informações para correspondência, como também carta de intenção. Estes documentos, que estão disponíveis em edital, deverão ser anexados ao final do processo de inscrição.

Seleção

A seletiva para o curso de Logística Empresarial será realizada com base nas informações repassadas pelos candidatos através do formulário de inscrição e carta de intenção. Conforme edital, a pontuação dos candidatos será avaliada com base em nove critérios, sendo eles: conhecimentos relacionados ao curso, experiência acadêmica e/ou profissional, interesse pessoal na área, possibilidade de aproveitamento do curso na atuação profissional, expectativas com o curso, formação acadêmica, experiência profissional na área de Logística, pesquisas e atividades de extensão realizadas.

Conforme cronograma, a lista preliminar de candidatos inscritos será divulgada no dia 03 de dezembro. Já o resultado preliminar referente à análise documental será apresentado no dia 14 de dezembro. O resultado final com a lista de aprovados para o curso de especialização do Ifac será publicado no dia 20 de dezembro.